fbpx

Eduardo Ades

Biografia

Eduardo Ades é um roteirista, montador, cineasta e produtor audiovisual brasileiro.

Graduado em Cinema pela UFF, Eduardo Ades fundou a produtora Imagem-Tempo em 2003. Como diretor e roteirista, realizou o curta de ficção A dama do Estácio (2012), estrelado por Fernanda Montenegro e Nelson Xavier, pelo qual ganhou de inúmeros prêmios no Brasil e exterior (5 prêmios de Melhor Diretor e 7 prêmios de Melhor Filme); o programa documentário para o Canal Brasil Retratos brasileiros: Hélio Silva (Canal Brasil, 2011) e os longas documentais: Torquato neto, Anjo torto (em finalização) e Crônica da demolição, que participou de dois work in progress na América Latina, foi finalista do Prêmio Finaliza Bolívia Lab e fez sua estreia no Festival do Rio 2015, na Competição Oficial da Mostra Première Brasil.

É diretor e roteirista do projeto de longa-metragem de ficção Revoada, participante do programa Films from Rio e selecionado para o BR Lab 2015 – Laboratório de Desenvolvimento de Projetos no Brasil, e dos documentários Empossado e Dirigentes, todos em fase de desenvolvimento.

Trabalhou na produção executiva de diversos curtas e dos longas-metragens Morro dos Prazeres (Maria Augusta Ramos, 2013), Yorimatã (Rafael Saar, 2014) e Aspirantes (Ives Rosenfeld, 2015).

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

2016 :: Torquato neto, Anjo torto (em pós-produção)
2016 :: Anna e Alberto (em pós-produção)
2015 :: Crônica da demolição
2012 :: A dama do Estácio
2011 :: Hélio Silva (TV)

:: Filmografia como Roteirista ::

2015 :: Crônica da demolição
2012 :: A dama do Estácio
2011 :: Hélio Silva (TV)

:: Filmografia como Produtor ::

2015 :: Crônica da demolição

:: Filmografia como Produtor Exedcutivo ::

2015 :: Aspirantes
2014 :: Yorimatã
2013 :: Morro dos Prazeres

:: Filmografia como Montador ::

2015 :: Crônica da demolição

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

2 comentários sobre “Eduardo Ades

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.