fbpx

Edwin Luisi

Biografia

FOTO Edwin LuisiEdwin Frederico Luisi, conhecido em arte como Edwin Luisi, é um ator brasileiro nascido em São Paulo (SP) no dia 11 de fevereiro de 1947. É um grande ator em atividade constante, quer no teatro, televisão ou cinema.

Iniciou sua carreira na função de ator quando entrou na Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (USP) em 1973. Estudou História da Arte, e também o idioma francês, enquanto morava na França.

Estreou na televisão em 1972 na novela Camomila e Bem me Quer. Assim desenvolveu sólida carreira, ao participar de dezenas de outras como Escrava Isaura (1977), seu maior momento, como o galã Álvaro; Pão, Pão, Beijo, Beijo (1983); Araponga (1990), Tocaia Grande (1995), Suave Veneno (1999) e Sinhá Moça (2006).

Atuou também em Marquesa de Santos e Dona Beija na extinta Rede Manchete; e a minissérie Mad Maria (2005) e a novela Sinhá Moça (2006), ambas na Rede Globo. Em 1996, atuou em Colégio Brasil, no SBT.

No teatro atuou em importantes montagens como À Margem da Vida, Freud, Amadeus, etc. Em 2006, atuou na comédia Um Marido ideal, ao lado de Herson Capri, com quem já havia atuado em Triunfo Silencioso. Em 2010, esteve em cartaz com a comédia Tango, Bolero e Cha Cha Cha, com direção de Eloy Araújo, no difícil papel de um transexual, pelo qual ganha os prêmios Shell e Governador do Estado do Rio de Janeiro.

Estreou no cinema em 1977 no filme O Mulherengo. Fez ainda curtas e outros filmes, como As Alegres Comadres e Aleijadinho – Paixão, Glória e Suplício (2003).

Fez pouco cinema, dando prioridade à sua carreira na televisão e no teatro.

Em 2007, Edwin Luisi atuou no monólogo Eu sou minha própria mulher e na novela Paraíso Tropical, com o papel de Lutero. Em 2008, fez o seriado Casos e Acasos, da Rede Globo.

Em Maio de 2010, assinou um contrato de exclusividade com a Rede Record para participar da novela Rebelde, cuja versão brasileira é escrita por Margareth Boury, com o apoio e a parceria da Televisa, e sendo baseada na criação original de Cris Morena. Sua participação nesta novela ocorreu até 2012, quando seu personagem saiu da trama1 . No início de 2013, assinou contrato com a Rede Globo, para participar da novela que substitui o remake de Guerra dos Sexos.

Ao longo da carreira recebeu inúmeros prêmios de Melhor Ator, entre eles destacam-se o Prêmio Governo do Estado do Rio de Janeiro, Shell, Quality Brasil, APCA e Mambembe.

Filmografia

2003 :: As Alegres Comadres
2003 :: Aleijadinho – Paixão, Glória e Suplício …. Manoel Francisco Lisboa
1999 :: Mauá – O Imperador e o Rei …. Aurélio
1997 :: Bárbara Heliodora (CM)
1996 :: Adágio ao Sol
1996 :: O Judeu (Brasil/Portugal) …. Gusmão
1987 :: Sonhos de Menina Moça
1980 :: À Procura do Público (CM)
1976 :: O Mulherengo …. Alípio
1975 :: Kung Fu contra as bonecas

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Edwin Luisi. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/edwin-luisi/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Edwin Luisi

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.