fbpx

Ema D’Ávila (1918-1985)

Biografia

Ema D’Ávila é uma atriz brasileira nascida em Porto Alegre (RS) em 10 de abril de 1918. É irmã do ator em humorista Walter D’Ávila.

Foi descoberta por Jardel Jercolis (pai de Jardel Filho) num programa de calouros de uma rádio em Porto Alegre. Convidada a tentar a sorte no Rio de Janeiro, ela aceitou e levou junto seu irmão Walter D’Ávila, também comediante. O ano foi o de 1935 e sua primeira peça, Gol, foi um sucesso, abrindo-lhe as portas das emissoras de rádio.

Durante muitos anos, Ema se dividiu entre programas famosos na rádio e sucessos no Teatro de Revista. Na companhia de Walter Pinto, já na década de 1960, atuou no seu último grande sucesso, Tem Bububu no Bobobó.

Na década de 1950, integrou o cast da Rádio Nacional, onde foi uma das comediantes de maior prestígio na fase de ouro do rádio. Também trabalhou na Rádio Mayrink Veiga e em emissoras de São Paulo, como a Record. Com a chegada da televisão, repete, em programas famosos, os tipos que criara no rádio. Trabalhou na TV Rio, na Tupi, na Record e na Globo, onde participa de humorísticos como Balança mas não Cai (1968) e uma ponta na novela Marrom Glacê (1979).

Fez pouco cinema, destacando-se Na Corda Bamba (1958), sua estreia, e Pintando o Sete (1959).

Casada com Antonio de Camillis, teve dois filhos, Alexandre e Joaquim.

Faleceu no Rio de Janeiro, vítima de derrame cerebral, em 25 de março de 1985, aos 66 anos de idade.

Filmografia

1960 :: Dois Ladrões
1959 :: Pintando o Sete
1958 :: Na Corda Bamba

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Ema D’Ávila. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/ema-davila/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.