fbpx

Emiliano Ribeiro (1948-2011)

Biografia

Emiliano Ribeiro foi um cineasta, montador e produtor cinematográfico brasileiro nascido em Petrópolis (RJ) em 12 de fevereiro de 1948.

Começou a carreira artística como ator aos 11 anos na extinta TV Continental, fazendo também teatro e cinema. Protagonizou a série infantil Guguta e Tião, na TV Tupi, além de participar do teleteatro do grupo Teatro dos Sete (Sérgio Brito, Fernanda Montenegro e outros) e Teatrinho Troll.

Desde 1970 na área cinematográfica, Emiliano Ribeiro passou por diversas etapas da produção antes de se tornar diretor de longas-metragens com As meninas (1996), adaptação do conto de Lygia Fagundes Telles. O filme foi premiado pela FIPRESCI (Federação Internacional Críticos de Cinema) no Festival de Havana, Melhor Roteiro e Melhor Atriz, no Festival de Cartagena (Colômbia) e Prêmio Especial do Júri e de Melhor Roteiro, Festival de Trieste (Itália).

Carioca, nascido no ano de 1948, Emiliano Ribeiro foi ator de teatro e televisão na adolescência, entre 1960 e 1967, e a partir de 1970 passou a atuar como assistente de direção, tendo trabalhado em mais de trinta filmes, entre eles Dona Flor e seus dois maridos (1976), de Bruno Barreto, Toda nudez será castigada (1973), de Arnaldo Jabor, e Menino do Rio (1981), de Antônio Calmon.

Em 1979 fundou sua própria produtora, a Tela. Dirigiu o média-metragem Trama familiar (1986). Seu curta-metragem João Cândido, o almirante negro (1997), participou da mostra paralela do Festival de Cannes de 1998.

Em 1992, dirigiu um telefilme de longa-metragem intitulado A viagem de volta.

Entre 1994 e 95, Emiliano Ribeiro foi analista de projetos na Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura para o uso da Lei do Audiovisual, no Rio de Janeiro, e, posteriormente, em Brasília.

Em 2000, lançou seu segundo longa-metragem, Condenado à liberdade, que foi selecionado para o Festival de Trieste (Itália) em 2001 e Mostra do Cinema Latino-americano em Nova York.

Produziu e dirigiu, em 2002, o filme Último Páreo, telefilme premiado no edital do MinC em co-produção com 24P Cinema Digital e Gávea Filmes. Exibido no Canal Brasil.

Emiliano Ribeiro também foi Produtor Executivo de Gatão de meia-idade (2006), de Antônio Carlos da Fontoura e Dores & Amores (2010), de Ricardo Pinto e Silva.

Desde 1992, dividia seu tempo sendo professor de Produção em diversos centros culturais e escolas, como Escola de Cinema Darcy Ribeiro, CINETV PR – Escola Superior Sul Americana de Cinema e TV do Paraná, Tempo Glauber, Vídeo Fundição e em oficinas de vários festivais.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

2002 :: Último Páreo (TV)
2000 :: Condenado à liberdade
1997 :: João Cândido, o almirante negro
1996 :: As Meninas
1992 :: A viagem de volta (TV)
1986 :: Trama familiar

:: Filmografia como Produtor Executivo ::

2010 :: Dores & Amores
2006 :: Gatão de meia-idade

:: Filmografia como Assistente de Direção ::

:: Dona Flor e Seus Dois Maridos
:: Toda Nudez Será Castigada
:: A Rainha Diaba
:: Se Segura Malandro
:: Menino do Rio

Bibliografia

Internet:

http://www.abracirj.org.br/site/?page_id=847 – ABRACI-RJ – Brasil

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

4 comentários sobre “Emiliano Ribeiro (1948-2011)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.