fbpx

Emílio Peduti Filho (19-2010)

Biografia

Emílio Peduti Filho foi um empresário do setor de exibição cinematográfica brasileiro. Era filho de Emílio Peduti, também conhecido como Comendador Emílio Peduti.

Assumiu a direção da Empresa Teatral Peduti, fundada por seu pai, com rede de cinemas por todo o interior do estado.

Saiu, em 21 de setembro de 2010, no jornal “O Estado de S. Paulo”, nota sobre o falecimento de Emilio Peduti Filho, em Botucatu (SP), aos 78 anos de idade.

Além de ter uma rede de cinemas, levando cultura por todo o interior do Estado, o Sr. Peduti sempre colaborou com o Clube de Cinema de Marília, deixando, já no projeto do antigo Cine Peduti, na Rua 4 de Abril, salas superiores destinadas ao nosso cineclube. Foi lá que funcionou durante muito tempo o Clube de Cinema de Marília, sob a direção de Benedito André e Roberto Cimino. Como parte das comemorações pelo aniversário do nosso Clube, vamos recolocar, na sala de projeção, a placa que dava nome a ela: Sala Emílio Peduti Filho. Para isso, contatamos a família Peduti em Botucatu, para que mande um representante, pois teremos muita honra em receber e homenagear.

Sr. Peduti foi um homem de bem. Era empresário (foi dono da Empresa Teatral Peduti, atuante no segmento cinematográfico na época áurea do cinema, com salas de exibição em todo o interior de São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul). Era agropecuarista. Foi vice-presidente do BANESPA – Banco do Estado de São Paulo, na década de 70, por duas gestões. Emílio Peduti Filho foi ex-dirigente da Associação Paulista de Municípios, pré-candidato a vice-governador, ao lado de Laudo Natel, no final dos anos 60, porém desistiu antes de registrar a candidatura.

Empreendedor, nos anos 70 e 80, quando as indústrias dos clãs familiares italianos e outras começaram a sentir o peso da inflação, logrou, usando o prestígio conquistado junto ao Banespa, atraindo à Botucatu, indústrias como a Staroup, a fábrica de ônibus Caio, a extinta Usina Costa Pinto, que fazia produtos da marca Peixe, entre outras.

Era uma pessoa simples, de fácil trato, respeitado por todos, inclusive adversários políticos, que ganhou quando disputou eleições para prefeito, em 1988, saindo do pleito com 20% dos votos.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.