fbpx

Engraçadinha (1981)

Sinopse

Um homem conceituado comete suicídio. Após o velório, Arnaldo (José Lewgoy), é questionado sobre o motivo da tragédia. Suspeitava-se que o morto era amante da filha, Engraçadinha (Lucélia Santos), uma menina sensual e desejada por todos, menos por Sílvio (Luís Fernando Guimarães), seu meio-irmão, pensando que era primo, noivo de sua prima Letícia. Dr. Arnaldo, seu pai, deseja vê-la casada com o noivo Zózimo, mas ela só tem olhos para Sílvio. Na festa de noivado de seus primos, Engraçadinha pede a Sílvio que vá encontrá-la na biblioteca. Ela o espera nua. Sílvio cede à tentação e, a partir daí, sua vida se transforma num inferno. Engraçadinha mente para Letícia e diz que está grávida de Sílvio. Dr. Arnaldo fica possesso e revela que Sílvio e Engraçadinha são irmãos (um caso entre ele e a cunhada) e exige o aborto. Letícia confessa à prima seu amor por ela, que enojada, a esbofeteia. Sílvio bate todas as noites à porta de Engraçadinha. Uma noite, é Letícia quem está na cama da prima e Sílvio a possui pensando ser a outra que, deitada no chão, a tudo assiste. Quando descobre a verdade, Sílvio entra em desespero e, num gesto louco, revive com Engraçadinha a noite na biblioteca, só que agora sabe que são irmãos. Em seguida ele se mutila. Dr. Arnaldo não resiste à tragédia e, na mesma biblioteca, se suicida. Em seu enterro chuvoso, Engraçadinha chora, consolada pelo fiel noivo Zózimo.

Trata-se de uma adaptação cinematográfica do universo literário de Nelson Rodrigues.

Elenco

Lucélia Santos …. Engraçadinha
Lourival Trindade …. Médico
José Lewgoy …. Dr. Arnaldo
Luiz Fernando Guimarães …. Sílvio
Wilson Grey …. Odorico
Nina de Pádua …. Letícia
Eva Garbon …. Tia Zezé
Sônia Figueiredo …. Enfermeira
Henriqueta Bertoletti …. Mãe de Letícia
Elizabeth Souza
Leonides Barbosa …. Secretária
Daniel Dantas …. Zózimo
Cláudio Corrêa e Castro …. Político orador
Florêncio Fenochio …. Amigo de Odorico
Carlos Gregório …. Irmão Fidélis
Francisco Lima …. Segundo amigo de Odorico

Apresentando:
Nina de Pádua …. Letícia

Participação especial:
Nelson Dantas …. Dr. Bergamini

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Engraçadinha (1981) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Haroldo Marinho Barbosa
Argumento: Nelson Rodrigues
Roteiro: Haroldo Marinho Barbosa, Antonio Penido e Carlos Prieto
Estória Baseada no romance Asfalto Selvagem, de Nelson Rodrigues
Assistência de direção: Santos, Ney Costa
Produção: Paulo Thiago
Direção de produção: Silva, Fernando
Assistência de produção: Erthal, Dora
Gerente de produção: Freire, Humberto
Direção de fotografia: Penido, Antonio
Assistência de fotografia: Elias, Cesar
Câmera: Penido, Antonio
Fotografia de cena: Nelson, Chico
Chefe eletricista: Galvão, Rizzomar
Eletricista: Telles, Aroldo
Maquinista: Azevedo, Joaquim
Som direto: Costa, Juarez Dagoberto da
Mixagem: Sasso, José Luiz
Ruídos de sala: Cesar, Antonio
Assistente de som: Tavares, Zezé
Montagem: Santeiro, Gilberto
Assistente de montagem: Luz, Martha
Montagem de som: Paris, Dominique
Figurinos: Carlos Prieto
Cenografia: Carlos Prieto
Letreiros: Pimenta, Fernando
Assistência de cenografia: Seixas, Maria Beatriz
Cabeleireiro: Chiquinho
Maquiagem: Carlos Prieto
Assistência de figurino: Seixas, Maria Beatriz
Direção musical: Saraceni, Sérgio Guilherme
Companhia Produtora: Encontro Produções Cinematográficas Ltda.
Companhia Co-produtora: Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.
Companhia Distribuidora: Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.

Canção
Título: Engraçadinha
Autor da canção: Saraceni, Sérgio Guilherme e Lemos, Tide de
Intérprete: Possi, Zizi

Bibliografia

Fontes utilizadas:
Material examinado
Press-sheet
Concine/81
Concine/Ficha Técnica
FBR/30ACF
CA/AF
CB/EMB-110.1-00933

Fontes consultadas:
CB/Ficha Filmográfica
Luz e Ação, 1981, n. 01
FBR/16
Folha de S. Paulo, 04.10.1981, p. 62 e 08.10.1981, p. 33
O Estado de S. Paulo, 04.10.1981, p. 43
Jornal do Brasil, 01.11.1981 p. 10; 02.11.1981 p. 09; 06.11.1981 p. 03; 14.11.1981 p. 02; 16.11.198 p. 01 e 23.11.1981 p. 07.
O Globo, 21.04.1981
Diário da Tarde, 27.11.1981

Livros:

RODRIGUES, Nelson. Asfalto Selvagem. : , .

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. . Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/
JLS/site, acessado em 22.06.2007

Observações:
Concine/Ficha Técnica indica Zizi Possi como artista exclusiva da Polygram Discos e gravação da Haway Gravações Ltda..

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.