fbpx

Enigma de um Dia (1996)

Sinopse

Um funcionário de museu – o vigia – motivado pelo quadro homônimo de De Chirico, é introduzido, através do cotidiano, no universo metafísico do pintor italiano.

Com fotografia de Mário Carneiro e com Leonardo Villar como protagonista do filme, dirigido por Joel Pizzini, o curta recebeu os prêmios de Melhor Filme, no Festival de Gramado (1996), no Festival de Cuiabá (1996), Melhor Ator e Melhor Fotografia e melhor montagem, na Jornada da Bahia (1997) e participou da Seleção Oficial do Festival de Veneza (1997).

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Enigma de um Dia (1996) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Joel Pizzini
Roteiro: Joel Pizzini e Sérgio Medeiros
Produção: Joel Pizzini e Fernando Dias
Direção de Fotografia: Mário Carneiro
Direção de Arte: Marta Bogêa
Montagem: Idê Lacreta
Som: Mirian Bierderman
Edição de Som: Luiz Adelmo
Música: Lívio Tragtenberg
Produtora: Pólo Cinematográfica | Filmart | Paleo TV

Brasil | Ficção | cor | 1996

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA. Enigma de um Dia. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/enigma-de-um-dia/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.