fbpx

Enquanto houver uma esperança (1974)

Sinopse

Dois meninos pobres foram picados por uma cobra venenosa na longínqua localidade de Pariquera Açu, litoral de São Paulo. Estando esgotado o estoque de soro antiofídico do hospital local, o diretor se comunica com a Secretaria de Saúde de São Paulo, solicitando a remessa urgente do medicamento. O caso é grave e não pode esperar. O titular da Secretaria de saúde comunica-se com o comandante da IX Zona Aérea, que manda levar o soro. Toda a operação-salvação é concluída em apenas noventa minutos, graças à ação, sem entraves burocráticos, das autoridades competentes.

Elenco

Melo, Maracy
Eccio, Egydio
Baxter, Aparecida
Cabral, Sady
Sálvio, Gilberto
Cardoso, Osmano
Vieira, Tony
Freund, Paulo
Ernesto, Mário
Egydio, Caio
Ananias, Antônio
Rothier, Gláucia

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Enquanto houver uma esperança (1974) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Edward Freund
Argumento: Edward Freund
Roteiro: Edward Freund
Direção de Fotografia: Edward Freund
Montagem: Edward Freund
Música: Borges, Américo Aguiar; Simalha, Dagoberto
Companhia(s) produtora(s): Olivier Perroy Fotografia e Cinematografia
Companhia(s) distribuidora(s): Distribuidora de Filmes Urânio

Bibliografia

Fontes utilizadas:
Guia de Filmes, 52, 53, 54
Brasil Cinema, 1972, 7, p. 34

Fontes consultadas:
ACPJ/II
ALSN/DFB-LM

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Enquanto houver uma esperança. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/enquanto-houver-uma-esperanca/

Observações:
ALSN/DFB-LM e ACPJ/II indicam: sonografia Júlio Perez Caballar; cenografia: Antônio Ananias.
ACPJ/II aponta em fotografia Lenita Perroy e montagem Egidio Eccio.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Um comentário em “Enquanto houver uma esperança (1974)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.