fbpx

És tu Brasil (2003)

Sinopse

És tu Brasil é um projeto pessoal do cineasta Murilo Salles, que enfatiza e examina a identidade brasileira. É uma jornada dentro do mundo de quatro talentos brasileiros de destaque, cujo seus trabalhos vêm ganhando bastante notoriedade no atual cenário cultural internacional.

Em És Tu Brasil, Salles foca o processo criativo desses quatro artistas bem diferentes um do outro, cobrindo desde a versátil música de Carlinhos Brown e a arte de Tunga até a moda de Alexandre Herchcovitch e a coreografia de Débora Colker. O resultado é a coleção de quatro perfis independentes, que quando comparados, revelam os traços de seus respectivos processos de criação, fortemente influenciados por graves sintomas de brasileridade.

Cada segmento desse documentário acompanha o artista em seus momentos de maior criatividade desde bem de dentro, dando a audiência o generoso ambiente de intimidade profunda proporcionando cenas de grande entrenenimento e inteligência.

Neste processo criativo de Carlinhos Brown, “a Origem da Musicalidade”, tudo que produz som, consequentemente trará interesse musical. Mais especificamente, sua formação musical somada à suas raízes africanas nos trará o som dos tambores.

Com Alexandre Herchcovitch, percebemos bem claramente um de nossos traços mais inerentes de hibridismo ou fusão. Seguindo suas influências judias, descobrimos sua enorme capacidade de adaptação, sem mencionar sua capacidade de se adaptar à qualquer condição adversa, chegando ao ponto de incorporar os aspectos e valores mais positivos da alma e espírito do colonizador, como se isso houvesse sido roubado de uma cerimônia canibal.

Na sequencia, conheceremos Tunga, onde o excesso de barroco brasileiro se faz evidente assim como nossa mais profunda tradição antropomórfica.

E finalmente, viajaremos dentro do trabalho de Débora Colker, onde experimentaremos o sabor de suas criativas improvisações. Débora também conhecida por seus talento em adaptar-se às mais inusitadas situações, surgindo sempre com uma tiragem criativa. Sua habilidade está fortemente conectada à sua enorme capacidade de canalizar suas energias em soluções pragmáticas no processo de seu show “Casa” que foi criado pela solicitação e da tropa de ballet do Komische Óper of Berlin.

Ficha Técnica

Projeto: Beatriz Jaguaribe, Maurício Lissovsky e Murilo Salles
Com a colaboração de João Ximenes Braga
Texto de Introdução: Maurício Lissovsky e Murilo Salles
Montagem Final: Pedro Amorim
Direção de Fotografia: Gu Ramalho
Direção de Arte: Rodrigo Lima / Apavoramento Sound System
Produtora Executiva: Suzana Amado
Direção de Produção: Ana Murgel / Gabriela Weeks
Assistente de Produção: Jenifer Marques
Consultor de Imagem: Flavio Ferreira
Consultor de Som: Jorge Saldanha
Consultor de Mixagem: José Louzeiro
Assistente de Direção: Maria Continentino
Assistente de Direção de Arte: Raquel Falkenbach / Francine Talina
Assistente de Produção: Adriano Coelho
Estagiário CBD: João Lacerda
Finalização e On Line: Célia Freitas
Trilha Sonora da Abertura: Apavoramento Sound System
Assistente de Finalização: Guilherme Schurman
Pesquisa Iconográfica: Livia Pareto
Fotógrafo Imagens da Abertura: Ronaldo Nina
Tape to Tape: Casablanca
Colorista: Luis Gigio Pelosi

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “És tu Brasil (2003)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.