fbpx

Escola penal de meninas violentadas (1977)

Sinopse

POSTER Escola penal de meninas violentadasJovens prostitutas são conduzidas a uma escola penal dirigida por um grupo de freiras, para que possam se recuperar. No entanto, a atual madre superiora é na verdade uma louca assassina que matara a verdadeira e tomara o seu lugar, mudando todo o regime de tratamento e disciplina da escola. As moças são selvagemente castigadas e humilhadas, inclusive por um brutal guarda-carcereiro, que costuma usar um chicote para fazer cumprir as penas impostas pela falsa madre. Enquanto isso, a polícia investiga uma ossada encontrada nas imediações da escola, quando descobre uma jovem torturada e inconsciente. Ao voltar a si, a menina revela à polícia os métodos da nova madre. Clandestinamente, um investigador começa a fotografar a escola penal para reunir provas que possibilitem ao delegado a prisão dos culpados. Recebendo o material, o delegado reconhece uma das fotos da madre superiora como sendo a louca fugitiva que há tanto tempo procurava, e a escola é invadida pela polícia, pondo fim ao tratamento indigno das meninas.

Elenco

Vieira, Meire (Falsa madre superiora)
Martins, Zélia (Interna)
Mayo, Zilda (Interna)
Nicole Puzzi …. Interna
Moreira, Arlete (Interna)
Aoki, Sueli de Fátima (Interna)
Pinheiro, Regina Helena (Interna)
Carvalho, Genésio de (Guarda da escola)
Mewes, Luiz
Rodrigues, Teresa
Larisse
Celi
Lamarca, Tania
Cardoso, Cinira

Participação especial:
Franco, Edgar (Policial)
Sérgio Hingst …. Delegado

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Escola penal de meninas violentadas (1977) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Antonio Meliande
Argumento: A.P. Galante
Roteiro: Mauro, Roberto
Adaptação: Rajá de Aragão e Antonio Meliande
Assistência de direção: Souza, Rubens de
Produção: A.P. Galante, Camargo, Letácio; Galante, R. P.
Assistência de produção: Cunha, Marcos
Continuidade: Braidoti, Aparecida
Direção de fotografia: Antonio Meliande
Assistência de câmera: Reis, Miro; Silva, José
Fotografia de cena: Antonio Meliande
Técnico de cor: Mitri, De
Eletricista: Roberto
Direção de som: César, Júlio
Engenharia de som: Luiz, José
Montagem: Wagner, Gilberto
Figurinos: Galante, Sylvia
Letreiros: Sanches, J. Maurício
Música: Santos, Wagner G. dos Santos
Companhia Produtora: Produções Cinematográficas Galante Ltda.
Companhia Distribuidora: Ouro Filmes

Bibliografia

Internet:
CINEMATECA BRASILEIRA. http://cinemateca.gov.br/

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
ALSN/DFB-LM
Guia de Filmes, 70
O Estado de S. Paulo, 16.12.1977
Folha da Tarde, 19.12.1977

Fontes consultadas:
ACPJ/II

Observações:
Guia de Filmes 70 informa a censura de 18 anos.
ACPJ/II aponta o argumento de .
ALSN/DFB-LM indica 86 minutos de duração.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

4 comentários sobre “Escola penal de meninas violentadas (1977)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.