fbpx

Estação Liberdade (2013)

Trailer

Sinopse

POSTER Estacao LiberdadeMario Kubo é um homem calado. Para muitos, parece perdido. Desconectado do mundo a sua volta, ele não esta bem. Nos dias em que acompanhamos sua vida, ele passa por uma transformação fundamental. Mario recebe uma carta do Japão que traz para ele um conteúdo indecifrável, pois ele não fala nem lê japonês. Importante: Mario Kubo é filho de pai japonês imigrante, e mãe brasileira, filha de japoneses imigrantes. Assim, por mais brasileiro que ele se sinta, será sempre visto como “o japonês”. Por uma sucessão de acasos, Mario Kubo desce do último trem da noite na Estação Liberdade, o bairro oriental de São Paulo. Sozinho, ele começa uma jornada noite adentro em busca de algo que ele ainda não sabe o que é.

O longa, primeiro de ficção do diretor Caíto Ortiz, conta a história do personagem sansei Mario Kubo, um “anti-heroi”, exemplo de que a miscigenação brasileira parece ter gerado algum ônus. Kubo vive uma crise existencial, tendo como pano de fundo o bairro da Liberdade, em São Paulo.

Esse é um filme que fala sobre identidade, sobre uma busca pessoal. Maturidade passa por nos sentirmos confortáveis na nossa própria pele. O processo é a grande viagem. Foi muito bom descobrir o filme com a equipe naquelas madrugadas no bairro da Liberdade. Agora, o longa é do mundo e estrear na Mostra é uma realização pessoal muito grande, comenta Caíto, que se lançou nas telonas com o documentário Motoboys: Vida Loca (2003), vencedor do prêmio de público na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Dirigiu ainda O dia em que o Brasil esteve aqui, com foco no Haiti (2005).

Estação Liberdade tem trilha do estúdio de áudio paulista Capitão Monga: É uma crise melancólica, e a trilha reflete isso. Ela não só lida com o personagem Mario, mas também com o ‘personagem’ bairro da Liberdade. E a cidade tem seu próprio som, caótico, melancólico, também em crise, diz João Erbetta, sócio do estúdio.

Elenco

CAUÊ ITO
Fabiula Nascimento
CAROLINA SUDATI
PAULO TSUCHIYA
EDUARDO CHAGAS
RENATA SAYURI

Ficha Técnica

Direção: Caito Ortiz
Roteiro: ANDRÉ GODOI, Caito Ortiz, GIULIANO CEDRONI e MARIA FERNANDA GUERREIRO
Fotografia: RALPH STRELOW, HUGO TAKEUCHI
Montagem: ALEXANDRE BOECHAT, DOCA CORBETT
Música: JOÃO ERBETTA
Produtores: FRANCESCO CIVITA, BETO GAUSS E LESLIE MARKUS
Empresa Produtora: Prodigo Films

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.