fbpx

Eu, Pecador (2017)

Sinopse

​Cantor famoso e político polêmico, Agnaldo Timóteo conta histórias marcantes de sua carreira, enquanto se divide entre seus shows impecáveis e uma campanha para tentar se eleger vereador no Rio de Janeiro.​

Com Eu, Pecador Nelson Hoineff amplia sua galeria de figuras controvertidas, como Paulo Francis, Chacrinha e, em menor grau, Cauby Peixoto. De todos, Agnaldo Timóteo é o mais escrachado. O documentário o acompanhou durante a fracassada campanha a vereador, em 2016.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Eu, Pecador (2017) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Nelson Hoineff
Roteiro: Nelson Hoineff
Produção: SELMA REGINA
Direção de Fotografia: RAPHAEL BOCCANERA
Montagem: RODRIGO PASTORE
Empresa Produtora: NELSON HOINEFF PRODUÇÕES ARTÍSTICAS

Bibliografia

Livros:

Internet:

FESTIVAL DO RIO 2017. Eu, Pecador. Disponível no endereço: http://www.festivaldorio.com.br/br/filmes/eu-pecador/
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Eu, Pecador. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/eu-pecador/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Eu, Pecador (2017)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.