fbpx

Eu Sinto Muito (2019)

Trailer

Sinopse

Júlio (Rocco Pitanga), um jovem cineasta, está produzindo um documentário sobre pessoas que sofrem do Transtorno de Personalidade Boderline, problema que envolve perda das habilidades sociais, impulsividade e instabilidade emocional. Porém, ele encontra dificuldade em encontrar quem esteja disposto a falar sobre o tema, e se expôr, na telona.

Para relatar melhor o seu foco principal, ele decide acompanhar três pessoas que têm comportamento instável. Um de seus alvos é Isabelle (Juliana Schalch), uma jovem que adora dançar e se divertir em festas de forma a amenizar a solidão e as dificuldades sociais decorrentes do transtorno.

O filme é a estreia de Cristiano Vieira no cinema.

Elenco

Juliana Schalch …. Isabelle
Rocco Pitanga …. Júlio
Carolina Monte Rosa …. Marta
Wellington Abreu …. Cláudio
Marcelo Pelucio

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Eu Sinto Muito (2019) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Cristiano Vieira
Roteiro: Cristiano Vieira e Antônio Balbino
Produção Executiva: Cristiano Vieira
Montagem: Cristiano Vieira
Empresa Produtora: Stud10
Distribuidor: Elo Company

Brasil | Drama | 100 min. | 2019

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Eu Sinto Muito. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/eu-sinto-muito/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.