fbpx

Everaldo Pontes

Everaldo de Souza Pontes, em arte conhecido como Everaldo Pontes, é um ator brasileiro nascido em João Pessoa (PB) no dia 08 de agosto de 1956.

Formou-se em Geografia sem nunca exercer. Trabalhou como jornalista e iniciou sua carreira de ator no Grupo Piolim.

No teatro, participou das peças Anjos de Augusto (1991), Vau da Sarapalha (1992), que, segundo ele, foi quando decidiu realmente seguir a carreira de ator, A Gaivota (2006), etc.

Estreou no cinema em 1998 no filme Central do Brasil. Em 1999, recebeu o Candango de Melhor Ator no Festival de Brasília por sua atuação em São Jerônimo, de Júlio Bressane. Em 2008, novamente, ganhou o Candango, agora de Ator Coadjuvante pelo filme Siri-Ará, de Rosemberg Cariry. Atuou em vários curtas.

Na televisão, atuou na minissérie A Pedra do Reino (2007), como Pedro Beato, e na novela Duas Caras (2008), no papel do pai de Juvenaldo.

Filmografia

2021 :: Noites de Alface
2011 :: Sudoeste
2009 :: Olhos Azuis
2008 :: Bezerra de Menezes: O Diário de Um Espírito
2008 :: Siri-Ará
2008 :: Superbarroco (CM)
2005 :: Árido Movie
2005 :: Rapsódia Para Um Homem Comum (CM)
2004 :: Espelho d’Água (Uma Viagem ao Rio São Francisco)
2003 :: Amor Só de Mãe
2002 :: Amarelo Manga
2002 :: Amor Só de Mãe (CM)
2002 :: GOD.O.TV (CM)
2001 :: Eu Sou o Servo (CM)
2001 :: Abril Despedaçado
2001 :: A Canga (CM)
2000 :: A Sintomática Narrativa de Constantino (CM)
1999 :: São Jerônimo
1998 :: O Verme da Alma (CM)
1998 :: A Árvore da Miséria (CM)
1998 :: Central do Brasil

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Everaldo Pontes. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/everaldo-pontes/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.