fbpx

Fabián Silbert

Biografia

Fabián Silbert Boal, em arte mais conhecido como Fabián Silbert, é um diretor de fotografia nascido em Buenos Aires, na Argentina, em 22 de setembro de 1964. É formado em Artes Cinematográficas pela E.S.E.C. – École Superièure dÉtudes Cinematographiques em Paris, na França, em 1987. É filho do grande diretor teatral Augusto Boal (1931-2009).

Iniciou sua carreira de fotógrafo em 1997 no curta Ninó, direção de Flávia Alfinito, uma animação com massinhas. Câmera adicional em Pierre Fatumbi Verger – Mensageiro de Dois Mundos (2000), de Lula Buarque de Hollanda, Gaffer em Duas Vezes Com Helena (2001), de Mauro Farias, fotógrafo 2ª unidade nos filmes Bufo & Spallanzani (2000), de Flavio Tambellini. e O Homem Que Copiava (2003), de Jorge Furtado, e câmera nos filmes Outras Histórias (1999), de Pedro Bial, Xuxa e o Mistério de Feiurinha (2009) e Amazônia Caruana (2010), ambos de Tyzuka Yamasaki.

Em 2004, foi cinegrafista da equipe de Amyr Klink a bordo do veleiro Parati 2, que resulta no documentário Viagem a Antarctica, em 2006. Inicia sua carreira na publicidade em 2002, na série Parceiros do Brasil, com 36 filmes publicitários feitos em todos os Estados, depois realiza o comercial da Fumeg – Carro de Som, em 2004, premiado pelos Profissionais do ano XXVII Mercado Leste–Oeste e a fotografia da campanha publicitária da Localiza e Drogaria Araújo, ambas em 2008.

Na carreira acadêmica, é professor de fotografia no Projeto Escola de Fabrica (Video Fundição 2007) e participa da Oficina de Direção Fotografia no Cine Documenta 2007 e de duas Oficinas de Operação de Camera Video Fundição 2007/2009.

Dirigiu a fotografia de vários videoclipes como Cachimbo da Paz (1997), com Gabriel o Pensador, Feliz da Vida (1999), com Dudu Nobre, Loucuras de Amor (2004), com Karla Sabah, Belo Estranho Dia de Amanhã (2008), com Roberta Sá, etc. Dirigiu a fotografia dos DVDs Faz Uma Loucura Por Mim (2004), com Alcione, Vagabundo ao Vivo (2005), com Ney Matogrosso e Pedro Luis, e a Parede e Monobloco ao Vivo (2005).

Na televisão, dirigiu a fotografia de inúmeros programas, destacando-se Teca na TV (1998), pela TV Futura, Brava Gente – O Santo e a Porca (2000), pela TV Globo, diretor de iluminação em Je Suis Une Celebrité, Sortez Moi de Lá (2006), Reality show da Endemol França em parceria com a Endemol-Globo, realizado em Teresópolis, Turma da Biblioteca (2010), pela Multrio.

Filmografia

Filmografia: 1997 – Ninó (CM); 1997/1999 – Santo Forte (cofot. Luiz Felipe Sá); 1998 – Vila Isabel (CM); Viagem a Antártica; 2002 – O Príncipe das Águas (CM); 2003/2004 – Jogos Indígenas do Brasil; 2004 – Mar Sem Fim II; 2008 – Sumidouro (cofot. Luis Abramo).

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.