fbpx

Felipe Daviña

Biografia

Raul Felipe Leopoldo Daviña, em arte mais conhecido como Felipe Daviña, é um diretor de fotografia de cinema e publicidade brasileiro nascido na Argentina.

iniciou sua carreira no cinema como assistente de câmera no filme Os Amantes da Chuva (1979), de Roberto Santos, função que desempenha em filmes importantes como Os Anos JK – Uma Trajetória Política (1980), de Silvio Tendler, O Beijo no Asfalto (1981), de Bruno Barreto, Pixote (1981) e O Beijo da Mulher Aranha (1985), ambos de Hector Babenco etc. Estreia como diretor de fotografia em 1989 no curta Nasce a República, de Roberto Moreira. Em 1997 assina a fotografia do excelente documentário O Cineasta da Selva, de Aurélio Michiles, sobre a vida do pioneiro cineasta amazonense Silvino Santos.

Desde 2007 mora em Cachoeira (BA) com a esposa.

Filmografia

Filmografia: 1989- Nasce a República (CM); 1992-Modernismo: Os Anos 20 (CM); Oswaldianas (episódio: A Princesa Radar); 1993- O Cão Louco Mário Pedrosa (CM); 1995-La Lona (CM) (cofot. Márcio Langeani); 1996- Atraídos (CM); Irmãos de Navio (MM); 1997- O Cineasta da Selva.

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antônio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/felipe-davina/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.