fbpx

Flávio Bauraqui

Biografia

Flávio Bauraqui é um ator brasileiro nascido na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em março de 1966.

Fez teatro em sua cidade e natal e, na capital Porto Alegre, antes de ir para o Rio de Janeiro em 1993, onde chegou a trabalhar até como porteiro para conseguir se sustentar.

Nas artes dramáticas, ele tem uma trajetória peculiar para um ator da atualidade: considera-se um autodidata, porque construiu sua carreira antes de ter suas primeiras oficinas de interpretação, canto ou dança.

Iniciou sua carreira artística no teatro, ainda em sua cidade natal e depois na capital, Porto Alegre. Saiu de casa com dezesseis anos com um saco de roupa e um violão, que até hoje não sabe tocar.

Foi morar no colégio interno e fundou o Grupo Improviso, mesmo sem conhecer a nomenclatura de teatro, mas vai produzindo, dirigindo, atuando… até participar de um festival em Porto Alegre onde seu nome começou a ser reconhecido. Trabalhou como porteiro, metalúrgico e contrarregra para sobreviver.

No Rio de Janeiro, começou a chamar a atenção por suas interpretações em peças como Elis, Estrela do Brasil, direção de Diogo Vilella, e Obrigado, Cartola, direção de Vicente Maiolino. Estreou no cinema em 2002, no filme Madame Satã, ao lado de Lázaro Ramos, que lhe dá projeção nacional.

Na televisão, fez sua estreia em 2006 em um episódio do seriado A Grande Família. Em seguida, fez sucesso nas telenovelas Paraíso Tropical (2006) e Duas Caras (2007).

Mas é no cinema que brilha em filmes como Cafundó (2005) e O Céu de Suely (2006).

Vem se firmando como grande ator brasileiro, hoje já com mais de trinta peças no currículo.

Filmografia

2020 :: Medida Provisória – O Filme
2020 :: Não vamos pagar nada
2019 :: Abraço
2019 :: Pureza
2017 :: Homem Livre
2015 :: Nise – O Coração da Loucura
2015 :: Quase Memória
2013 :: Noites de Reis
2013 :: Faroeste Caboclo
2010 :: O Senhor do Labirinto
2010 :: O Bolo
2010 :: Quincas Berro D’Água …. Pastinha
2010 :: O Senhor do Labirinto …. Arthur Bispo do Rosário
2010 :: 5x Favela, Agora por Nós Mesmos
2009 :: Heaven Garden (CM)
2008 :: Meu Nome Não é Johnny …. presidiário Charles
2007 :: Mutum …. Seu Deográcias
2007 :: Maré – Nossa História de Amor
2006 :: Noel – Poeta da Vila …. Ismael Silva
2006 :: Os 12 Trabalhos …. Jonas
2006 :: O Cheiro do Ralo …. homem da caixa de música
2006 :: O Céu de Suely …. balconista
2006 :: Zuzu Angel …. Mota
2006 :: Achados e Perdidos …. promotor Antunes
2005 :: Cafundó …. Exu
2004 :: Quase Dois Irmãos …. Jorginho (anos 70)
2004 :: Capital Circulante (CM)
2004 :: O Espetáculo do Crescimento (CM)
2002 :: Madame Satã …. Tabu

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Flávio Bauraqui. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/flavio-bauraqui/
WIKIPEDIA. Flávio Bauraqui. Disponível no endereço: http://pt.wikipedia.org/wiki/Fl%C3%A1vio_Bauraqui

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]