fbpx

Flávio Migliaccio (1934-2020)

Biografia

Flávio Migliaccio foi um ator, cineasta, roteirista e produtor brasileiro nascido no bairro do Brás, em São Paulo (SP), no dia 15 de outubro de 1934.

Filho de uma família de dezesseis irmãos (entre eles a também atriz e comediante Dirce Migliaccio), Flávio Migliaccio vendia chuchu na rua aos nove anos, para ajudar em casa. Foi também engraxate, artesão, pedreiro e metalúrgico.

Como ator, começou atuando em peças de teatro na periferia de São Paulo, onde logo descobriu a sua veia cômica.

Aos dezessete anos, entrou para o corpo cênico da Igreja Matriz do Tucuruvi e depois para o Grupo Paulista do Estudante, que logo se funde ao Teatro de Arena, onde fez sua primeira peça, no ano de 1955, Eles não Usam Black-Tie, de Gianfrancesco Guarnieri.

Estreou no cinema em 1958, no filme O Grande Momento, dirigido por Roberto Santos. Atuou em muitos outros, como Cinco Vezes Favela, atuando em um episódio (Um favelado) e escrevendo o roteiro de outro, com o cineasta Leon Hirszman; A Hora e a Vez de Augusto Matraga (1965), inclusive com o personagem Maneco. Estreou na direção em 1962, em Os Mendigos.

Trabalhou também ativamente em teatro e televisão. Em 1972, foi contratado pela TV Globo. Participou do humorístico Viva o Gordo e do programa Shazan e Sherife, ao lado de Paulo José, um grande sucesso da televisão, principalmente junto ao público infantil. Ficou muito conhecido pelo seu papel de Xerife na série de TV brasileira Shazan, Xerife e Cia., e pelo papel de Tio Maneco, na série exibida pela TVE. Na Globo, brilhou nas novelas Meu Primeiro Amor (1972), Rainha da Sucata (1990), A Próxima Vítima (1995), Vila Madalena, etc, onde pode ser visto com leve destaque.

No cinema teve uma impecável carreira, em dezenas de filmes e vários momentos como Todas as Mulheres do Mundo (1966), Aventuras com Tio Maneco (1971), A Noiva da Cidade (1979), Prá Frente, Brasil (1982), Menino Maluquinho 2 – A Aventura (1998), Boleiros 2 – Vencedores e Vencidos (2006) e Os Porralokinhas (2007), em que retoma seu famoso personagem Tio Maneco.

Sempre em atividade, tem uma das mais constantes carreiras na televisão, ao participar de O Amor Está no Ar (1997), Chiquinha Gonzaga (1999), Sítio do Pica-Pau Amarelo (2004/2006), como Eremita, Senhora do Destino (2005), como Jacques, América (2005), como Médium, Sete Pecados (2008), como Nino, Casos e Acasos (2008), como Olavo, e Caminho das Índias (2009), como Karan Ananda; Passione (2010); Êta Mundo Bom! (2016). Esteve no ar no seriado Tapas & Beijos (2011), como o hilário Seu Chalita.

Em 2014, Flávio Migliaccio foi homenageado no 42º Festival de Cinema de Gramado com o prêmio honorário Troféu Oscarito.

A sua última participação na TV foi em 2019, na novela Órfãos da Terra, no papel de Mamede Aud.

No dia 04 de maio de 2020, o corpo do ator foi encontrado morto em um sítio na Serra do Sambê, em Rio Bonito (RJ), que mantinha desde a década de 1970. Migliaccio era muito querido no município e participava ativamente da vida cultural e política da cidade.

Segundo apurado pela imprensa, que Flávio Migliaccio, aos 85 anos de idade, havia cometido suicídio, deixando uma carta de despedida aos entes queridos. Fotos da carta e do corpo do ator acabou sendo divulgadas para o grande público pela imprensa televisiva e pelas redes sociais. O fato foi amplamente criticado nas redes sociais.

Era casado com Ivone desde 1962, com quem teve filho, Marcelo Migliaccio (1963), que é jornalista.

Filmografia

:: Filmografia como Ator ::

2019 :: Hebe – A Estrela do Brasil
2019 :: Jovens Polacas
2008 :: Verônica …. Seu Luis
2007 :: Os Porralokinhas …. Tio Maneco
2006 :: Boleiros 2 – Vencedores e Vencidos …. Naldinho
2000 :: Um anjo trapalhão
1998 :: Boleiros – Era uma Vez o Futebol …. Naldinho
1998 :: Menino Maluquinho 2 – A Aventura
1991 :: O Filme da Minha Vida
1987 :: Tanga, Deu no New York Times
1982 :: Prá Frente, Brasil
1980 :: Maneco – O Super Tio …. Tio Maneco
1980 :: Parceiros da Aventura
1979:: A Noiva da Cidade
1975 :: O Caçador de Fantasmas …. Tio Maneco
1974 :: O Filho do Chefão
1973 :: Um Virgem na Praça
1972 :: Os Machões …. Chuca
1971 :: Roberto Carlos a 300 km por hora …. Luigi
1971 :: Aventuras com Tio Maneco …. Tio Maneco
1971 :: Assalto à Brasileira
1971 :: Como ganhar na loteria sem perder a esportiva
1971 :: Pra quem fica… Tchau!
1970 :: Uma Garota em Maus Lençóis
1970 :: O Donzelo
1970 :: Vida e Glória de um Canalha
1970 :: Pais quadrados, Filhos avançados
1970 :: Em Busca do Su$exo
1970 :: Os Caras de Pau
1970 :: Parafernália, o Dia da Caça
1970 :: Quatro contra o Mundo (Episódio: História da Praia)
1969 :: A cama ao alcance de todos (Episódio: A Segunda Cama)
1969 :: Pobre Príncipe Encantado
1969 :: A penúltima Donzela
1969 :: Máscara da Traição …. Corrêa
1968 :: Como vai, vai bem?
1968 :: O homem nu
1968 :: O Homem Que Comprou O Mundo …. José Guerra
1968 :: Por um Amor Distante (Pour Un Amour Lointain) (França/Brasil)
1967 :: Terra em Transe
1966 :: Cuidado! Espião Brasileiro em Ação!
1966 :: Todas as Mulheres do Mundo …. Edu
1965 :: A Hora e a Vez de Augusto Matraga …. Quim Recadeiro
1965 :: Canalha em Crise
1965 :: Mitt Hem ar Copacabana (A Fábula) (Suécia)
1965 :: Arrastão (Les Amants de La Mer) (França/Brasil)
1962 :: Cinco Vezes Favela (Episódio: Um favelado)
1958 :: O Grande Momento

:: Filmografia como Diretor ::

1989 :: Os Trapalhões na Terra dos Monstros
1980 :: Maneco – O Super Tio
1975 :: O Caçador de Fantasmas
1971 :: Aventuras com Tio Maneco
1971 :: Assalto à Brasileira
1970 :: Os Caras de Pau
1964 :: Os Mendigos

:: Filmografia como Roteirista ::

1980 :: Maneco – O Super Tio
1975 :: O Caçador de Fantasmas
1971 :: Assalto à Brasileira
1971 :: Como ganhar na loteria sem perder a esportiva
1962 :: Cinco Vezes Favela

:: Filmografia como Ele Mesmo ::

2017 :: Todos os Paulos do Mundo

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

G1.COM. Ator Flávio Migliaccio morre em Rio Bonito. Disponível no endereço: https://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/noticia/2020/05/04/ator-flavio-migliaccio-morre-em-rio-bonito.ghtml. Acesso em: 04 de maio de 2020.
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Flávio Migliaccio. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/flavio-migliaccio/
MEMÓRIA GLOBO. Flávio Migliaccio. Disponível no endereço: https://memoriaglobo.globo.com/perfil/flavio-migliaccio/perfil-completo/
TRIBUNA DE MINAS. Ator Flávio Migliaccio é encontrado morto em Rio Bonito. Disponível no endereço: https://tribunademinas.com.br/noticias/cultura/04-05-2020/ator-flavio-migliaccio-e-encontrado-morto-em-rio-bonito.html
VILELA, Maysa. Vazam fotos do corpo e carta de despedida de Flávio Migliaccio; família vai processar. Disponível no endereço: https://www.feedclub.com.br/flavio-migliaccio-fotos-carta/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados