fbpx

Flores Raras (2013)

POSTER Flores RarasLonga de Bruno Barreto sobre a história do amor entre a poeta americana Elizabeth Bishop e a paisagista brasileira Lota de Macedo Soares, que idealizou o Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, sob o pano de fundo do Brasil dos anos 50.

Glória Pires dá vida à arquiteta carioca Lota de Macedo Soares, paisagista que idealizou o Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. Já a australiana Miranda Otto interpreta a poetisa norte-americana Elizabeth Bishop. O filme é ambientado no Rio dos anos 1950 e será falado principalmente em inglês. Soares e Bishop se conheceram quando a escritora fazia uma viagem à América do Sul e acabaram vivendo juntas entre 1952 e 1965. O relacionamento terminou de forma trágica, com o suicídio da arquiteta carioca.

O diretor Barreto já adiantou que o longa terá cenas de beijo e sexo entre as duas atrizes, mas de forma discreta e sem nudez explícita. A produção é baseada no livro Flores Raras e Banalíssimas, de Carmen Oliveira, e roteirizado por Carolina Kotscho. O orçamento é estimado em R$ 10 milhões, mas a produtora LC Barreto ainda encontra dificuldades para obter patrocínio privado, diante da temática polêmica do filme. O longa tem estreia agendada para o primeiro semestre de 2013.

Além de Glória Pires e Miranda Otto, o elenco de Flores Raras tem ainda o norte-americano Treat Williams (da série de TV “Everwood”), no papel do poeta Robert Lowell, contemporâneo de Bishop, a norte-americana Tracy Middendorf (“Missão Impossível 3”) como Mary, amiga de Bishop, e Marcello Airoldi (de Quanto Dura o Amor?) como Carlos Lacerda, governador do então estado da Guanabara no início dos anos 1960, entre outros.

Glória Pires …. Lota de Macedo Soares
Miranda Otto …. Elizabeth Bishop
Tracy Middendorf …. Mary
Treat Williams …. Robert Lowell
Marcello Airoldi …. Carlos Lacerda
Lola Kirke
Tânia Costa
Marianna Mac Niven
Marcio Ehrlich
Anna Bella
Chris Hietikko
Tommy McInnis
Sophia Pavonet

Thogun Teixeira

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Flores Raras (2013) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Bruno Barreto
Roteiro: Carolina Kotscho, Matthew Chapman e Julie Sayres
Produção: Lucy Barreto, Paula Barreto, Hélio Bodini, Mary Jane Marcasiano, Rômulo Marinho Jr., Per Melita, Márcia Nunes, Carlos Eduardo Rodrigues e Penny Wolf
Direção de Fotografia: Mauro Pinheiro Jr.
Montagem: Letícia Giffoni
Empresa Produtora: LC Barreto
Empresa Co-Produtora: Globo Filmes | Telecine | Teleimage | Riofilme
Distribuição: Imagem Filmes

Brasil | Drama | cor | 118 min. | 2013

Livros:

OLIVEIRA, Carmen. Flores Raras e Banalíssimas. Rio de Janeiro: Rocco, .

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Flores Raras. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/flores-raras/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Flores Raras (2013)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.