fbpx

Geraldo Del Rey (1930-1993)

Biografia

FOTO Geraldo Del ReyGeraldo Homem Del Rey Silva, em arte conhecido como Geraldo Del Rey (também grafado como Geraldo D’el Rey), foi um ator brasileiro nascido na cidade de Ilhéus (BA) no dia 29 de outubro de 1930. Faleceu em São Paulo (SP) no dia 25 de abril de 1993.

Desde o colégio, Geraldo Del Rey começou a despontar seu talento, ao participar de eventos teatrais. Em 1949, percebendo que não teria muitas chances na sua cidade, muda-se para o Rio de Janeiro e logo depois tem a oportunidade de estrear no cinema, ao lado de Dick Farney no filme Somos Dois.

Em 1953, retornou à Salvador para estudar no curso de Arte Dramática na Universidade Federal de Salvador (UFBA). Depois, ingressou no teatro de amadores, passando a representar constantemente, até que o cinema chegou novamente com um convite para participar do filme Redenção, em 1959. A partir daí não parou mais.

Enquanto estava estudando, o diretor Anselmo Duarte o convidou para o papel de Bonitão, em O pagador de promessas (1962), um dos mais importantes filmes brasileiros de todos os tempos. Ele era conhecido como o Alain Delon brasileiro, devido a sua semelhança com o ator francês.

Além de O pagador de promessas, Geraldo Del Rey foi protagonista outros filmes clássicos da história do cinema brasileiro: A grande feira, de 1961, dirigido por Roberto Pires, Deus e o diabo na terra do sol, de 1964, dirigido por Glauber Rocha e Menino de Engenho (1965).

No Teatro Oficina, participou da montagem de Zé, do Parto à Sepultura, de Augusto Boal, dirigida por José Celso Martinez Correia em 1962.

Estreia na televisão, em 1963, no especial Um Dia… Talvez. A partir dos anos 1960, Geraldo Del Rey trabalhou na televisão, em diversas novelas da TV Tupi, TV Excelsior e TV Globo, participando de fases importantes da teledramaturgia brasileira como em O Céu é de Todos (1965), Vidas Cruzadas (1965), A Gata de Vison (1969), O Sheik de Ipanema (1975), Vila do Arco (1975), O Todo Poderoso (1979).

No início dos anos 1970, em virtude do seu engajamento político, foi mandado embora da Rede Globo e sua carreira entrou em declínio. Precisando de trabalho, aceitou papéis secundários, como na novela jovem Braço de Ferro, na TV Bandeirantes em 1983.

Voltou à telinha na novela Lua Cheia de Amor (1990), da Rede Globo, onde, ironicamente, acaba realizando seu último trabalho, atuando na minissérie Anos Rebeldes (1992), ao lado de Malu Mader, cujo pano de fundo era a ditadura militar instalada no Brasil nos anos 1960 e 70.

Foi brevemente casado com a apresentadora gaúcha Tânia Carvalho, com quem teve o filho Fabiano Carvalho Del Rey em 1967. O casal se separou em 1971 e Tânia voltou para Porto Alegre, onde se tornou uma das mais importantes personalidades televisivas do Rio Grande do Sul.

Sofrendo de enfisema pulmonar, acabou falecendo em 25 de abril de 1993, aos 63 anos de idade, de câncer no pulmão, em São Paulo. Ator de muitas qualidades, talvez não tenha tido em vida o reconhecimento que merecesse.

Filmografia

1988 :: Os Heróis Trapalhões – Uma Aventura na Selva
1988 :: Dedé Mamata
1984 :: Garota dourada
1980 :: Asa Branca – Um sonho brasileiro
1980 :: A idade da terra
1975 :: Núpcias vermelhas
1975 :: A carne (Um Corpo em Delírio)
1973 :: Um homem tem que ser morto
1971 :: Ana Terra
1970 :: Anjos e demônios
1969 :: Um uísque antes, um cigarro depois
1968 :: Cristo de Lama (A História de Aleijadinho)
1967 :: Bebel, Garota Propaganda
1967 :: O vigilante em missão secreta (Episódio: O Invento)
1966 :: O santo milagroso
1966 :: Mudar de vida
1965 :: Menino de Engenho
1965 :: Entre o amor e o cangaço
1964 :: Lampião, Rei do cangaço
1964 :: Deus e o diabo na terra do sol
1964 :: Black God, White Devil
1963 :: Marafa (Inacabado)
1963 :: Sol sobre a Lama
1962 :: O pagador de promessas
1962 :: Tocaia no asfalto
1962 :: Vigilante Rodoviário (Episódio: O Invento)
1961 :: A grande feira
1960 :: Bahia de Todos os Santos
1959 :: Redenção
1950 :: Somos dois

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Geraldo D’el Rey. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/geraldo-del-rey/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Geraldo Del Rey (1930-1993)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.