fbpx

Gringo – O Último Matador (1972)

Sinopse

POSTER Gringo o ultimo matadorUm filho desaprova os atos cruéis de seu pai, chefe de um terrível bando, e foge com a filha de um casal assassinado. Ao aliar-se a um justiceiro provoca feroz perseguição de seu pai que visa matar os três rebeldes. Gringo, chefe de um terrível bando, famoso por suas crueldades, assaltos e massacres, é pai de Jack, que se sente desajustado no bando e que desaprova os atos do pai. Após o massacre sangrento e covarde de um casal de camponeses, Jack resolve deixar o bando e começar vida nova. Na fuga, leva Ana, a filha do casal assassinado, salvando-a da perseguição de Gringo. Ambos seguem rumos à cidade mais próxima, Sacramento. No caminho, juntam-se com Cara de Gato, velho amigo de Jack, que também é caçado por Gringo. Perseguidos, os três continuam em escapada, passando fome e sede. Gringo fica sabendo das atividades de Jack e resolve perseguir os três para matá-los.

Elenco

Tony Vieira …. Jack
Edward Freund …. Gringo
Claudette Jaubert …. Ana
Gaiotti, Heitor (Cara de Gato)
Saldanha, Araken (Ortega)
Astrogildo Filho (Bandoleiro 1)
Caçador, Rosalvo (Bandoleiro 2)
Gajewski, Dana
Soares, Francisco de Assis
Lopes, J. Matheus
Rodrigo, Coriolano
Perachi, Lino
Wani, Walter
Rangel, Marly
Campos, Marina
Mathias, Otávio
Gama, Ubirajara da
Silva, Jean
Balla, Americo
Guerra, Castor
Saldanha, Luis Artur
Minaro, Benedito
Nani, Paulo
Mariano Sobrinho, Iragildo
Fernandes, Cacilda
Aua, Índio
Peracchi, Lino
Ferreira, Mario Paulo
Hampe, Adilson
Paschalis, Marilene
Oliveira, Nicanor de
Roveda, Virgilio
Lampa, Jose Carlos
Santos, Benedito Urbano
Oliveira, Alcilio Custodio de
Vasques, Antonio
Alves, Norma
Siqueira, Maria Fernanda da
Ramos, Mara
Kontis, Inezina
Lima, Janete de Souza
Gajewski, M.

Participação especial:
Carlos Reichenbach
Spiewak, José Júlio
Maio, Rosa de

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Gringo – O Último Matador (1972) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Tony Vieira
Argumento: Edward Freund
Roteiro: Tony Vieira e Adilson Hampe
Diálogos: Tony Vieira
Assistência de direção: Hampe, Adilson
Continuidade: Rangel, Marly
Produção: Edward Freund
Produtor associado: Soares, Francisco de Assis; Contipelli, Ernani Mori
Direção de fotografia: Virgílio Roveda
Câmera: Virgílio Roveda
Assistência de câmera: Lopes, J. Matheus; Oliveira, Nicanor de
Fotografia de cena: Hampe, Adilson
Técnico de som: Vitale, Antonio; Nanni, Raul
Montagem: Walter Wani
Seleção musical: E.F. Tokarski
Companhia Produtora: Edward Freund Produções Cinematográficas
Companhia Distribuidora: Brasecran – Distribuidora, Importadora e Exportadora de Filmes Ltda.

Canção
Título: Ella
Intérprete: Mejia, M. Eceves

Locação: Fazenda em Sabauna, Mogi das Cruzes – SP

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
CB/FIBRA
Guia de Filmes, 43
Brasil Cinema, 1972
Jornal da Tarde, 22.03.1980
ALSN/DFB-LM

Fontes consultadas:
ACPJ/II

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Gringo – O Último Matador. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/gringo-o-ultimo-matador/

Observações:
Guia de Filmes indica a censura de 18 anos e informa sobre a estréia em São Paulo a 05 de fevereiro de 1972.
ACPJ/II apresenta o filme como Gringo, O MATADOR ERÓTICO e O ÚLTIMO MATADOR. Aponta ainda 1973 como o ano de produção; Francisco Soares e Ernani M. Contipeli como produtores; música de E.F. Tolarki; acrescentando no elenco Marina Campos, Otávio Matias, Virgílio Roveda e Paulo Mander.
ALSN/DFB-LM informa a existência de outro título: Gringo, O MATADOR ERÓTICO. Também informa se tratar da estréia de Tony Vieira na direção.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Gringo – O Último Matador (1972)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.