fbpx

Hércules 56 (2006)

O filme Hércules 56, dirigido por Silvio Da-Rin é um documentário de longa-metragem que resgata a memória da luta armada contra a ditadura militar no Brasil. Ao lidar com o sequestro do embaixador estadunidense Charles Elbrick e sua troca por 15 prisioneiros políticos, o diretor reúne depoimentos atuais dos participantes do sequestro ainda vivos.

Em setembro de 1969, durante a semana da pátria, um grupo de militantes políticos opositores à Ditadura Militar sequestrou o embaixador estadunidense. Em troca da liberdade do diplomata o grupo possuía duas exigências: a publicação integral de um manifesto contra a ditadura nos maiores veículos de comunicação e a libertação de 15 presos políticos, membros de diversas organizações que combatiam a ditadura. Hércules 56 é o nome do avião da Força Aérea Brasileira que, em setembro de 1969 transportou esses 15 prisioneiros políticos do Brasil ao México.

A partir de imagens de arquivos, gravações inéditas no cinema brasileiro de participantes que já morreram e que ainda vivos, o diretor Silvio Da-Rin estabelece uma teia de depoimentos que resulta numa atualização do debate sobre a validade da luta armada no Brasil, por meio do olhar de seus próprios participantes. O diretor de Hércules 56 utiliza depoimentos de cinco de seus idealizadores, e de nove dos quinze prisioneiros trocados pelo diplomata. Aliados ao formato de documentário (vemos câmeras, microfones e técnicos) para nos ajudar a compor aquilo que foi um dos episódios mais significativos na história da resistência armarda à ditadura.

Diferentemente de outros filmes que abordam o mesmo tema – o sequestro do embaixador – Hércules 56 não segue uma narrativa linear para contar o referido acontecimento, mas sim opta por transitar pela memória de seus participantes. . Da-Rin coloca na mesma sala os idealizadores do sequestro, e estes acabam numa descontraída conversa entre “companheiros” que riem, discordam entre si e sentem a dificuldade esperada ao tentarem relembrar fatos ocorridos há quase duas décadas; também nos são apresentados depoimentos atuais dos presos políticos libertos que ainda vivem e imagens dos que já morreram que, somadas a uma teia de imagens, compõem a narrativa da operação.

Na sala de aula, o filme coloca em evidência uma questão importante: as ditaduras ou diríamos democracias existentes ainda hoje. O diretor nos lembra de que a história da ditadura militar é algo vivo, e que ainda conta com suas “testemunhas”, testemunhas essas que precisam ser ouvidas. Dentro desse aspecto, é importante que o aluno lembre a cada momento que a história é feita por indivíduos, que possuem passado, presente e memória. Logo, não existe verdade histórica absoluta e inquestionável; o que temos são fragmentos, depoimentos, “frames” de um mesmo quadro.

Elenco

José Dirceu
Franklin Martins
Bezerra, Gergório
Ibrahim, José
Marchetti, Ivens
Pacheco, Agonaldo
Palmeira, Vladimir
Pinto, Onofre
Reis, Daniel Arão
Ribeiro, Maria Augusta Carneiro
Tavares, Flávio
Torres, Cláudio
Travassos, Luiz Palma
Venceslau, Paulo de Tarso
Vilas, Ricardo
Zanconatto, Mário
Zaranttini, Ricardo
Fidel Castro

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Hércules 56 (2006) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Silvio Da-Rin
Roteiro: Silvio Da-Rin
Pesquisa: Venancio, Antonio; Mota, Dil; Islas, Alejandra; Castillo, Luciano
Diretor assistente: Nin, Joana
Produção: Amado, Suzana
Direção de produção: Amado, Maria Pia
Produção executiva: Amado, Suzana
Assistência de produção: Amado, Maria Pia; Frazão, Monica; Mattiazzo, Isabella
Produção de locação: Lopes, Marco
Direção de fotografia: Jacques Cheuiche
Câmera: Jacques Cheuiche, Ronaldo Torquilho, Isabella Fernandes e Mustapha Barat
Assistência de câmera: Hilário, Joel
Fotografia de cena: Amado, Maria Pia; Yassuda, Selmy
Eletricista: Pinheirão
Assistente de eletrecista: Toquinho; Teco
Auxiliar de maquinista: Toquinho; Teco
Maquiagem: Nega Gil
Som direto: Valéria Ferro
Operador de microfone: Pereira, Altyr; Moreira, Pedrinho; Ferreira, Wilson
Mixagem: Roberto Leite
Montagem: Karen Harley
Assistente de montagem: Martins, Julia
Montagem de som: Dias, Aurélio
Música: Ceppas, Berna
Direção musical: Ceppas, Berna
Música original: Ceppas, Berna; Kassim, Kamal; Flu
Motorista: Beto; Paulo; Cristiano; Angelo; Adriano; Serjão; Juscelino; Paulo; Transkinder, Walter da; Motta, Nilton; Alberto, Carlos
Companhias Produtoras: A e A Produções Artísticas Ltda. | Diálogo Comunicação
Companhias co-produtoras: Teleimage | Quanta
Companhia Distribuidora: Riofilme

Financiamento/patrocínio: BR Petrobras | Grupo Telemar

Brasil | Documentário | 35mm | Cor/BP | 94 min. | 2.230m | 24q | Dolby Digital |

Canção
Título: Aquele Abraço;
Autor da canção: Gil, Gilberto;

Título: Hasta Siempre
Autor da canção: Puebla, Carlos

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
É TUDO VERDADE/12
Produção Profissional – Cine, n. 6, p. 28, mar. 2007
Revista Paisà, v. 2, n. 8, p. 34-35, abr.-mai. 2007
IMDB/site, acesso em 17.01.2008

Fontes consultadas:
Revista de Cinema, v. 8, n. 76, p. 14, mai. 2007

Livros:

DA-RIN, Silvio. Hércules 56. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Hércules 56. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/hercules-56/

Observações:
Para A e A Produções Artísticas também é grafado o nome Antolioni e Amado Prod. Art. Ltda..

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Hércules 56 (2006)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.