fbpx

História de um maquinista (1962)

Sinopse

A precariedade do transporte ferroviário no país, com locomotivas ultrapassadas, comunicações deficientes e dormentes enferrujados, consequência da falta de uma política para o setor; a necessidade de modernização dos equipamentos, do saneamento administrativo e da construção de novas linhas férreas, com técnicas modernas e integradas aos terminais marítimos e rodoviários.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de História de um maquinista (1962) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Jean Manzon
Produção: Jean Manzon
Companhias Produtoras: Jean Manzon Films S.A. | Atlântida Empresa Cinematográfica do Brasil S.A.
Companhia Distribuidora: U.C.B. – União Cinematográfica Brasileira S.A.
Direção de fotografia: Arturo Usai
Montagem: Floriano Peixoto

Bibliografia

Internet:

.

Fontes utilizadas:
CENS/I
CENS/IV
Jornal do Dia, 11.06.1963

Observações:
CENS/I indica: propriedade de Jean Manzon S.A.; 25 cópias censuradas em 23.07.1962; 280 metros.
CENS/IV aponta: 254 metros; 4 cópias censuradas em 25.07.1962. Fichado no Serviço de Cinema da Divisão de Diversões Públicas em 30.10.1962.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.