fbpx

Igreja da Libertação (1985)

As comunidades eclesiais de base, os leigos e religiosos que as apoiam e o teólogo Leonardo Boff são os personagens principais deste documentário realizado entre abril e agosto de 1985. Utilizando-se de cenas filmadas em diversas regiões do país, de imagens de arquivo dos últimos 20 anos e de depoimentos, o filme apresenta um amplo painel da presença política e social da Igreja Católica no país, interligado pela narração.

Iniciando as comemorações do Dia do Trabalho em São Paulo e finalizando com as imagens dos campeonatos dos sem-terra no estado do Paraná, Igreja da Libertação percorre o Nordeste, a Amazônia e a Baixada Fluminense, documentando a ação pastoral da igreja popular junto a camponeses, índios e operários.

O filme remonta à origem dos movimentos de renovação da Igreja Católica e à atuação em defesa dos direitos humanos durante os anos 70, quando os conflitos com o regime militar se tornam mais agudos.

Os reflexos da intervenção social e política da Igreja no plano interno da instituição eclesiática e na sua relação com o Vaticano são abordados nas filmagens da 23ª Assembléia da CNBB e completadas com imagens do cotidiano do Frei Leonardo Boff e do ato público em desagravo a sua condenação ao silêncio.

Elenco

Leonardo Boff
Ferreira Gullar …. Narração

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Igreja da Libertação (1985) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Silvio Da-Rin
Argumento: Silvio Da-Rin
Roteiro: Silvio Da-Rin
Autoria do texto de locução: Oliveira, Pedro Ribeiro de
Pesquisa: Monte-Mór, Patrícia
Produção Executiva: Hilton Kauffmann
Direção de fotografia: Walter Carvalho
Câmera: Walter Carvalho
Assistência de câmera: Cézar Moraes
Fotografia de cena: Cavalcanti, Juarez
Fotografia adicional: Cézar Moraes
Trucagens: Movedoll
Direção de arte: Steinberg, Silvia; Nogueira, Paula
Letreiros: Steinberg, Silvia; Nogueira, Paula
Desenhos de letreiros de apresentação: Steinberg, Silvia; Nogueira, Paula
Som direto: Toninho Muricy
Mixagem: Carvalho, Roberto
Montagem: Marques, Aida
Assistente de montagem: Cox, Carlos
Montagem de som: Marques, Aida; Cox, Carlos
Direção musical: David Tygel
Música original: David Tygel
Companhia Produtora: Lumiar Produções Audiovisuais Ltda.
Companhia Distribuidora: Embrafilme S.A.

Brasil | Documentário | 16mm, COR, 59min, 531m, 24q, Eastmancolor | 1985

Dados adicionais de música
Instrumentista: Reis, Alceu – violoncelo

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
CB/Documentação diversa, D596/1-2 – convite de lançamento, press-release e folheto do filme
Concine/86*
RIO-CINE/2
Jornada/15
FGR/15

Fontes consultadas:
EMBRAFILME/Imagens da Terra
Caderno de Crítica, n. 1, p. 39-40, maio 1986
OCIC Info, v. 7, n. 1, p. 10-1, jan.-fev. 1986
Cinemin, n. 28, p. 38-40, out. 1986
Jornal da Tela, n. 21, p. 3, jan.-fev. 1986

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Igreja da Libertação. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/igreja-da-libertacao/

Observações:
RIO-CINE/2 informa a Menção do júri do OCIC (Office Catholique Internacional du Cinema) no 5º Festival de Havana, em 1985, Havana (Cuba).

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.