fbpx

Já que Ninguém me tira pra Dançar (2021)

Remasterizado a partir de sua versão original e inédita, o documentário é o registro de uma época e, acima de tudo, faz um resgate da participação na cultura brasileira da revolucionária atriz Leila Diniz (1945-1972), cinquenta anos após o seu desaparecimento.

Elenco

Lídia Brondi
Louise Cardoso
Lígia Diniz
Antônio Pitanga
Lita Cerqueira

Participação Especial:
Nina de Pádua

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Já que Ninguém me tira pra Dançar (2021) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Ana Maria Magalhães
Roteiro: Ana Maria Magalhães
Produção: Ana Maria Magalhães
Direção de Fotografia: Jacques Cheuiche, abc
Montagem: Paula Sancier
Desenho de Som: Vânius Marques
Música: Fernando Moura
Empresa Produtora: Nova Era Produções

Brasil | Documentário | cor/pb | 92 min. | 2021

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Já que Ninguém me tira pra Dançar. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/ja-que-ninguem-me-tira-pra-dancar/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.