fbpx

Jackson Antunes

FOTO Jackson AntunesJoaquim Antunes, em arte conhecido como Jackson Antunes, é um ator, produtor, cantor sertanejo, violeiro, contador de piadas, compositor e cineasta brasileiro nascido na cidade de Janaúba (MG) no dia 28 de agosto de 1960. É casado com a atriz Cristiana Britto, com quem tem um filho e também tem duas filhas de seu primeiro casamento.

Seu avô foi grande aboiador e, ironicamente, faleceu no mesmo dia em que Jackson nasceu. Quando seu irmão gêmeo nasceu, morreu de tétano e seu verdadeiro nome de batismo é Joaquim. Quando adulto, ao ouvir a música Jack, o Matador, da dupla Léo Canhoto e Robertinho, mudou seu nome para Jackson.

Desde criança, Jackson Antunes queria ser ator. Junto os irmãos, fazia teatrinhos, usando a roupa dos pais, mas a realidade era outra. Começou a trabalhar com pouca idade no campo. Trabalhou também como engraxate, servente de pedreiro, padeiro, cobrador de ônibus e pintor letrista.

Ainda na infância, Jackson acompanhava de porta em porta as Folias de Reis típicas do norte mineiro. Com oito anos de idade, Jackson apaixonou-se pelo circo, local onde dirigia e atuava em dramas que eram de sua autoria. Ainda na sua cidade natal, Jackson escrevia poemas para o jornal O Gorutuba. Passou também pelo teatro amador e, mais tarde, pelo teatro profissional, já em Belo Horizonte, quando finalmente profisionaliza-se.

Com mais de trinta peças encenadas, todas de autores brasileiros, Jackson Antunes também teve aulas de canto com o professor José Spinto (primo de Gilda Abreu, esposa do cantor Vicente Celestino, o grande cantor brasileiro).

Além de atuar, também é cantor, compositor, toca viola caipira, já gravou vários CDs e já fez vários shows no Brasil e no exterior.

Jackson fez um teste para a TV em 1988, mas foi somente em 1991 que recebeu o convite do diretor Luiz Fernando Carvalho, para estrear na novela Renascer, na qual interpretou o jagunço Damião. Sucesso de público e de crítica, sua interpretação ganhou vários prêmios, dentre eles o Troféu Imprensa e o Prêmio APCA (da Associação Paulista dos Críticos de Arte). Como ator, Jackson passou a ser reconhecido e convocado para outros trabalhos. Começava assim a realizar seu sonho de infância.

Sua aparência com o ator americano Charles Bronson o ajudou, pois consegue seguidos papéis, sempre de homens rústicos, sem nenhuma cultura, o que ele se sai muito bem.

Em 2010, fez sua estreia como diretor com o filme A Tímida Luz de Velas das Últimas Esperanças.

Filmografia

:: Filmografia como Ator ::

2021 :: O Auto da Boa Mentira (Episódio: Vidente)
2018 :: Coração de Cowboy
2017 :: Asfixia (CM)
2017 :: A Última Chance
2016 :: Mais Forte que o Mundo: A história de José Aldo
2015 :: Anita
2014 :: Getúlio …. Café Filho
2013 :: Carreras
2013 :: O Concurso
2012 :: Curitiba Zero Grau
2011 :: Travessias
2011 :: O Palhaço
2009 :: A Festa da Menina Morta
2006 :: O Vaqueiro Raimundo Jacó
2005 :: Vinho de Rosas
2005 :: Tapete Vermelho
2005 :: 2 Filhos de Francisco
2005 :: Confronto Final
2005 :: O Segredo dos Golfinhos …. Pepe
1995 :: A Farsa da Boa Preguiça …. Manuel Carpinteiro

:: Filmografia como Diretor ::

2010 :: A Tímida Luz de Velas das Últimas Esperanças

:: Filmografia como Ele Mesmo ::

2015 :: Hérmogenes, Professor e Poeta do Yoga

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Jackson Antunes. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/jackson-antunes/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

4 comentários sobre “Jackson Antunes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.