fbpx

João Carlos Barroso (1950-2019)

Biografia

João Carlos de Albuquerque Melo Barroso, em arte conhecido como João Carlos Barroso, foi um ator e dublador brasileiro nascido no Rio de Janeiro (RJ) no dia 28 de fevereiro de 1950.

No ano de 1961, quando estava jogando bola nas calçadas da rua Bolívar, em Copacabana, foi abordado por produtores e diretores argentinos que se preparavam para rodar um filme em coprodução no Brasil, chamado Pedro e Paulo. Veio o convite e João Carlos estreou na vida artística aos 12 anos de idade. Em seguida foi para o teatro e sua primeira peça é O Homem Besta e a Virtude, de Luigi Pirandello. Por sua atuação, recebe vários prêmios de revelação teatral de 1962. Participou dos teatros das TVs Tupi, TV Rio, TV Continental e TV Excelsior.

Nos anos 1970, já na TV Globo, passa a ser muito requisitado em novelas como Os Ossos do Barão (1973), chegando ao estrelato em 1976 em Estúpido Cupido, quando ficou conhecido em todo o Brasil. Atuou em muitas outras novelas e minisséries, com destaque para O Bem-Amado (1977), O Pulo do Gato (1978), Marrom Glacê (1979), Livre para Voar (1984), Roque Santeiro (1985), Locomotivas (1986), O Salvador da Pátria (1989), Mulheres de Areia (1993), Uga-Uga (2000), O Clone (2001), A Casa das Sete Mulheres (2003) e JK (2006).

Entre seus personagens mais populares na TV estão o Tavico de Estúpido Cupido (1976) e o Toninho Jiló de Roque Santeiro (1985), este último, talvez o seu personagem mais marcante.

Suas últimas participações em programas humorísticos foram no semanal Zorra Total. O último papel de Barroso na TV foi como o Delegado Mesquita na novela Sol Nascente, de 2016 a 2017, na Globo.

João Carlos Barroso faleceu, aos 69 anos, na noite do dia 12 de agosto de 2019, vítima de câancer

Filmografia

2004 :: Dona Eulália (CM)
2000 :: Um Anjo Trapalhão
1979 :: Nos Tempos da Vaselina …. Onofre
1976 :: O Pistoleiro …. José
1969 :: Um Homem e sua Jaula
1962 :: Pedro e Paulo (Tercer Mundo) (Brasil/Argentina)

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. João Carlos Barroso. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/joao-carlos-barroso/
JOÃO CARLOS BARROSO. http://joaocarlos.webs.com/
JORNAL DO BRASIL. Morre João Carlos Barroso, de ‘Roque Santeiro’ e ‘Zorra Total’, aos 69 anos. Disponível no endereço: https://www.jb.com.br/cultura/2019/08/1013403-morre-joao-carlos-barroso–de–roque-santeiro–e–zorra-total—aos-69-anos.html
WIKIPEDIA. http://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Carlos_Barroso

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.