fbpx

João Jardim

João Jardim é um cineasta, roteirista, montador e produtor audiovisual brasileiro nascido no Rio de Janeiro (RJ) em 1964. Formou-se em Jornalismo pela Faculdade da Cidade e estudou Cinema na Universidade de Nova Iorque.

No início da sua carreira trabalhou como assistente de direção nos longas Faca de Dois Gumes, de Murilo Salles, Dias Melhores Virão, de Cacá Diegues, e Moon Over Parador, de Paul Mazursky. Na TV Globo, na década de 90, integrou o núcleo do diretor Carlos Manga, atuando como editor das minisséries Memorial de Maria Moura e Agosto e como diretor de Engraçadinha. Ainda para a tevê, dirigiu os documentários Free Tibet e Terra Brasil – este último premiado no Festival de Televisão de Nova Iorque – e editou João e Antônio, especial com Tom Jobim e João Gilberto e a série Caetano Veloso, 50 Anos, de Walter Salles. Entre outros trabalhos como editor destaca-se o documentário 1930, Tempo de Revolução, de Eduardo Escorel.

O primeiro longa-metragem de João Jardim, Janela da Alma (2002) em parceria com Walter Carvalho, surpreendeu a todos por sua temática incomum: a visão. O documentário se tornou o oitavo lugar daquele ano nas bilheterias brasileiras, ficando em cartaz por 48 semanas – um recorde em se tratando de documentários. O diretor ainda levou para casa oito prêmios, entre eles os de Melhor Documentário da Academia Brasileira de Cinema, da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e dos festivais internacionais Message to Men (Rússia) e Ecocinema (Grécia).

Quatro anos mais tarde, João Jardim repetia o sucesso de público e crítica com Pro Dia Nascer Feliz agraciado com dez prêmios – incluindo três de Melhor Documentário na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (júris oficial, popular e da juventude) e três entre os mais importantes do Festival de Gramado: dois de Melhor Filme (crítica e júri popular) além do Prêmio Especial do Júri.

Nos últimos anos, dirigiu alguns episódios da série de Por toda a minha vida, para a TV Globo, sobre Nara Leão, Elis Regina, Raul Seixas e Dolores Duran. Os programas sobre Elis e Nara foram ambos indicados ao Prêmio Emmy Internacional respectivamente em 2007 e 2008 na categoria Melhor Programa de Arte.

Em seguida, lançou nos cinemas o longa-metragem Amor? (2010), sobre relações afetivas que envolvem violência.

Em 2014, lançou a cinebiografia Getúlio.

No ano de 2020, lançou o documentário Atravessa a Vida.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

2020 :: Atravessa a Vida
2014 :: Getúlio
2010 :: Amor?
2009 :: Lixo Extraordinário
2007 :: Pro Dia Nascer Feliz
2002 :: Janela da Alma (codir. Walter Carvalho)

:: Filmografia como Roteirista ::

2007 :: Pro Dia Nascer Feliz
2002 :: Janela da Alma

:: Filmografia como Montador ::

2007 :: Pro Dia Nascer Feliz
2002 :: Janela da Alma

:: Filmografia como Produtor ::

2007 :: Pro Dia Nascer Feliz
2002 :: Janela da Alma

Bibliografia

Fontes de Referência

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

3 comentários sobre “João Jardim

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.