fbpx

Jorge Amado (1912-2001)

Biografia

O escritor Jorge Amado foi um escritor brasileiro nascido em Itabuna, na Bahia, no dia 10 de agosto de 1912. Filho de João Amado de Faria e Eulália Leal, aos dois anos, a família mudou-se para Ilhéus, onde o menino passou a infância e viveu experiências que marcariam sua literatura: a vida no mar, o universo da cultura do cacau e as disputas por terra. Começou a escrever profissionalmente como repórter aos catorze anos, em veículos como Diário da Bahia, O Imparcial e O Jornal.

Na década de 1930, Jorge Amado transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde estudou direito e travou contato com artistas e intelectuais de esquerda, como Raul Bopp, Rachel de Queiroz, Gilberto Freyre, Graciliano Ramos, Vinicius de Moraes e José Lins do Rego. Estreou com o romance O país do Carnaval (1931). Durante o Estado Novo (1937-45), devido à sua intensa militância política, sofreu censuras, perseguições e chegou a ser detido algumas vezes. Foi eleito deputado federal pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB) em 1945. Entre os projetos de lei de sua autoria, estava o que instituía a liberdade de culto religioso. Nesse mesmo ano, conheceu Zélia Gattai, com quem se casou, teve dois filhos, João Jorge e Paloma, e viveu até os últimos dias.

Nas décadas de 1940 e 50, Jorge Amado viajou pela América Latina, Leste Europeu e União Soviética. Escreveu então seus livros mais engajados, como a biografia de Luís Carlos Prestes e a do poeta Castro Alves (ABC de Castro Alves), além da trilogia Os Subterrâneos da liberdade. Rompeu com o PCB nos anos 1950. A partir de então, sua literatura passou a dar mais relevo ao humor, à sensualidade, à miscigenação e ao sincretismo religioso, em livros como Gabriela, cravo e canela (1958), Tenda dos Milagres (1969), Tieta do Agreste (1977).

Jorge Amado foi eleito para a Academia Brasileira de Letras em 1961, e ganhou prêmios importantes da literatura em língua portuguesa, como o Camões (1995), o Jabuti (1959 e 1997) e o do Ministério da Cultura (1997). A partir da década de 1980, passou a viver entre Salvador e Paris. Sua obra está publicada em mais de cinquenta países e foi adaptada com sucesso para o rádio, o cinema, a televisão e o teatro, transformando seus personagens em parte indissociável da vida brasileira.

Jorge Amado morreu em 2001, alguns dias antes de completar 89 anos.

Filmografia

Filmes:

2017 :: Dona Flor e seus Dois Maridos
2012 :: O Milagre dos Pássaros
2010 :: Capitães da Areia
1996 :: Tieta do Agreste
1986 :: Jubiabá
1982 :: Gabriela, Cravo e Canela
1977 :: Tenda dos Milagres
1976 :: Dona Flor e seus Dois Maridos
1976 :: Os Pastores da Noite
1971 :: Capitães da Areia
1963 :: Seara Vermelha
1949 :: Terra Violenta
:: A Rosa-dos-Ventos (Episódio: Ana)
:: Estrela da manhã

:: Filmografia como Ele Mesmo ::

1999 :: Pierre Fatumbi Verger: Mensageiro entre dois mundos

Publicações

AMADO, Jorge. A Bola e o Goleiro. : , 1984.
______. A Descoberta da América pelos Turcos. : , 1992.
______. A Morte e a Morte de Quincas Berro D’Água. : , 1961.
______. A Morte e a Morte de Quincas Berro D’Água. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. A Ratinha Branca de Pé-de-Vento e A Bagagem de Otália. : , 1964.
______. As Mortes e o Triunfo de Rosalinda. : , 19.
______. ABC de Castro Alves. : , 1941.
______. ABC de Castro Alves. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Bahia de Todos-os-Santos. : , 1945.
______. Cacau. : , 1933.
______. Cacau. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
______. Capitães de Areia. : , 1937.
______. Capitães de Areia. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
______. De como o mulato Porciúncula descarregou seu defunto. : , 1959.
______. Dona Flor e seus dois maridos. : , 1966.
______. Dona Flor e seus dois maridos. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Farda, Fardão, Camisola de dormir. : , 1979.
______. Farda, Fardão, Camisola de dormir. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Gabriela, cravo e canela. : , 1958.
______. Gabriela, cravo e canela: crônica de uma cidade do interior. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.
______. Guia de ruas e mistérios Bahia de todos-os-santos. : , .
______. Guia de ruas e mistérios Bahia de todos-os-santos. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Hora da Guerra. : , 2008.
______. Jubiabá. : , 1935.
______. Mar Morto. : , 1936.
______. Mar Morto. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Navegação de Cabotagem. : , 1992.
______. O Amor do Soldado. : , 1947.
______. O Amor do Soldado. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. O Cavaleiro da Esperança. : , 1942.
______. O Cavaleiro da Esperança. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. O Compadre de Ogum. : , 1964.
______. O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá. : , 1976.
______. O Menino Grapiúna. : , 1981.
______. O Milagre dos Pássaros. : , 1979.
______. O Milagre dos Pássaros. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.
______. O País do Carnaval. : , 1931.
______. O País do Carnaval. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.
______. O Sumiço da Santa. : , 1988.
______. O Sumiço da Santa. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Os Pastores da Noite. : , 1964.
______. Os Subterrâneos da liberdade: os ásperos tempos. : , 1954.
______. Os Subterrâneos da liberdade: os ásperos tempos. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Os Subterrâneos da liberdade 2: agonia da noite. : , 1954.
______. Os Subterrâneos da liberdade 2: agonia da noite. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.
______. Os Subterrâneos da liberdade 3: a luz no túnel. : , 1954.
______. Os Subterrâneos da liberdade 3: a luz no túnel. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.
______. Os Velhos Marinheiros ou O Capitão-de-Longo-Curso. : , 1961.
______. São Jorge de Ilhéus. : , .
______. Seara Vermelha. : , 1946.
______. Seara Vermelha. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Suor. : , 1934.
______. Suor. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.
______. Tenda dos Milagres. : , 1969.
______. Tenda dos Milagres. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Tereza Batista cansada de guerra. : , 1972.
______. Tereza Batista cansada de guerra. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Terras do Sem-fim. : , 1943.
______. Terras do Sem-fim. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Tieta do Agreste. : , 1977.
______. Tieta do Agreste. São Paulo: Companhia das Letras, .
______. Tocaia Grande. : , 1984.
______. Tocaia Grande. São Paulo: Companhia das Letras, .

Bibliografia

Livros:

AGUIAR, Joselia. Jorge Amado, uma Biografia. : , .

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Jorge Amado. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/jorge-amado/
JORGE AMADO – SITE OFICIAL. http://www.jorgeamado.com.br/
WIKIPEDIA. http://pt.wikipedia.org/wiki/Jorge_Amado

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

3 comentários sobre “Jorge Amado (1912-2001)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.