fbpx

Líbero Luxardo (1908-1980)

Biografia

Líbero Luxardo, foi um cineasta e diretor de fotografia brasileiro nascido em Sorocaba (SP) em 1908. Pioneiro, teve grande importância no cinema brasileiro e principalmente no paraense.

Natural de São Paulo mas radicado no Pará na década de 1940, foi jornalista, político, intelectual e cineasta de grande expressão na cultura regional, autor dos romances Marajó e Um dia qualquer.

Seu pai, Julio Luxardo, era proprietário de um laboratório em Sorocaba, onde inicia seu aprendizado em cinema. Mudou-se para São Paulo em 1922 e vai trabalhar na Independência Filme.

Estreia na direção em 1932 no filme Alma do Brasil. Radicou-se no Pará em 1941, onde passa a dirigir documentários curtos como O Círio (1941) e Belém Saúda Getúlio (1942). Foi, também, um renovador da cinematografia nacional com o curta metragem Aruanã e os longas, Um Dia Qualquer, Marajó, Barreira do Mar (1964) e Um Diamante e Cinco Balas (1970) – sobre o garimpo paraense – dos quais participaram apenas atores locais, e com os quais deu origem à indústria cinematográfica local.

Líbero Luxardo foi o primeiro cineasta a filmar longas com técnicos e atores paraenses, privilegiando temas amazônicos em seus roteiros. As trilhas sonoras de seus filmes também exaltavam a música do Pará, destacando artistas como o maestro Waldemar Henrique e o compositor Paulo André Barata.

Amante do Estado do Pará e da sétima arte, Líbero Luxardo é, até hoje, referência para as novas gerações de cineastas de toda a região.

Líbero Luxardo faleceu no dia 02 de novembro de 1980, aos 72 anos de idade, vítima de câncer de próstata.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor de Fotografia ::

1946 :: Assistência a Infância em Belém do Pará (CM) (dir, fot)
1942 :: Assistência a Infância (CM) (dir, fot)
1942 :: Belém Saúda Getúlio Vargas (CM) (dir, fot)
1941 :: Amanhã Nos Encontraremos (dir, fot)
1941 :: Aniversário do Presidente Vargas no Amazonas (CM) (dir, fot)
1941 :: Navegação na Amazônia (CM) (dir, fot)
1941 :: No Campo das Planícies (CM) (dir, fot)
1941 :: Nos Domínios do Pai Tuna (CM)
1941 :: O Círio (CM) (dir, fot)
1941 :: O Pará na Semana da Pátria (CM) (dir, fot)
1938 :: Aruanã (dir, fot) (co-fot. Afrodísio de Castro)
1936 :: Fragmentos da Vida (CM) (dir, fot)

:: Filmografia como Diretor ::

1974 :: Brutos Inocentes
1970 :: Um Diamante e Cinco Balas
1964/67 :: Marajó, Barreira do Mar
1962 :: Um Dia Qualquer
1946 :: Assistência a Infância em Belém do Pará (CM)
1942 :: Assistência a Infância (CM)
1942 :: Belém Saúda Getúlio Vargas (CM)
1941 :: Amanhã Nos Encontraremos
1941 :: Aniversário do Presidente Vargas no Amazonas (CM)
1941 :: Navegação na Amazônia (CM)
1941 :: No Campo das Planícies (CM)
1941 :: Nos Domínios do Pai Tuna (CM)
1941 :: O Círio (CM)
1941 :: O Pará na Semana da Pátria (CM)
1938 :: Aruanã
1937 :: A Luta Contra a Morte
1936 :: Fragmentos da Vida (CM)
1936 :: Caçando Feras
1932 :: Novidades Regionaes (CM)
1932 :: Alma do Brasil

:: Filmografia como Roteirista ::

1970 :: Um Diamante e Cinco Balas

:: Filmografia como Produtor ::

1970 :: Um Diamante e Cinco Balas

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

Internet:

VOZ DO MARAJÓ. Líbero Luxardo: cineasta da Amazônia. Disponível no endereço: http://www.vozdomarajo.com/artigos/orlandomiranda/libero%20luxardo-%20cineasta%20da%20amazonia.htm. Acesso em: 23 de out. de 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.