fbpx

Lícia Magna (1909-2007)

Biografia

Alcina Miranda Tetemberg, em arte conhecida como Lícia Magna, foi uma atriz brasileira nascida em Guaxupé (MG) no dia 24 de fevereiro de 1909.

Começou sua carreira em 1952, na extinta TV Tupi de São Paulo. Entre 1956 e 1965, participou ativamente das gravações do Grande Teatro Tupi que levou à televisão mais de 450 peças de dramaturgos como Pirandello, Shakespeare, Ibsen e Lorca. Por esse trabalho, foi lembrada aos 96 anos de idade, em abril de 2005, quando participou, como atriz convidada da leitura da peça A Ratoeira. O evento fazia parte do projeto Caixa de Leituras, no Teatro Nelson Rodrigues, no Rio, e resgatava a memória do Grande Teatro Tupi.

Em 1966, estreou na novela Um Rosto de Mulher. Fez sólida carreira, atuando em inúmeras novelas como Véu de Noiva (1969), Selva de Pedra (1972), Bravo! (1975), Pai Herói (1979), Séti mo Sentido (1982), Meu Destino é Pecar (1984), Roque Santeiro (1985), Fera Radical (1988), A Próxima Vítima (1995), Kubanacan (2003) e Cobras e Lagartos (2006), sua última novela.

No teatro, passou por importantes companhias, entre elas o TBC (Teatro Brasileiro de Comédia) onde entrou em 1959. Sua última atuação no palco foi na peça Por Falta de Roupa Nova Passei o Ferro na Velha.

Estreou no cinema em 1950, no filme A Sombra da Outra. Acumulou mais de trinta filmes em sua carreira, inclusive em clássicos do Cinema Brasileiro como Assalto ao Trem Pagador (1962) e Dona Flor e seus dois Maridos (1976), além de inúmeras pornochanchadas nos anos 1970.

Depois de 21 anos afastada do cinema, retornou em 2004 para uma participação em Mater Dei.

Ainda na televisão atua em humorísticos como Viva o Gordo (1981) e Zorra Total (2005) e também nas séries Você Decide (1994-1998), Carga Pesada (2004) e A Diarista (2004).

A atriz mais antiga da TV Globo faleceu, aos 98 anos, vítima de falência cardíaca, no Rio de Janeiro, no dia 03 de julho de 2007.

Filmografia

2004 – Mater Dei
1983 – Atrapalhando a Suate
1981 – O Beijo no Asfalto
1980 – Prova de Fogo
1978 :: Manicures a Domicílio
1978 :: As Taradas Atacam
1977 :: Quem Matou Pacífico?
1977 :: Ódio
1976 :: O Casamento
1976 :: As Massagistas Profissionais
1976 :: Dona Flor e seus dois Maridos
1975 :: Enigma para Demônios
1975 :: Uma Mulata para Todos
1975 :: A Extorsão
1974 :: Relatório de um Homem Casado
1974 :: O Mau Caráter
1972 :: Missão: Matar
1971 :: Um Homem sem Importância
1971 :: Uma Pantera em Minha Cama
1973 :: As Moças Daquela Hora
1973 :: Um Virgem na Praça
1973 :: Obsessão
1973 :: Caigangue
1973 :: Vai Trabalhar Vagabundo
1973 :: O Libertino
1970 – Um Uísque Antes… e um Cigarro Depois (Episódio: Mocinha de Luto)
1969 – Os Paqueras
1968 – Copacabana me Engana
1967 – O Mundo Alegre de Helô
1964 :: Asfalto Selvagem; Viagem aos Seios de Duilia
1962 – Assalto ao Trem Pagador
1950 – A Sombra da Outra

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Lícia Magna. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/licia-magna/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.