fbpx

Lilian M.: Confissões Amorosas (Relatório Confidencial) (1975)

Sinopse

Maria abandona o marido lavrador e os dois filhos pequenos, seduzida por um mascate falador, e após um trágico acidente de carro segue sozinha para tentar a vida na cidade de São Paulo. Perdida na metrópole, é presa sem documentos e uma assistente social arruma-lhe emprego na casa do industrial Braga. O dois tornam-se amantes, e ao conhecer a estabilidade econômica Maria é rebatizada de Lilian, nome da mãe de Braga. No trágico caminho da miséria ao luxo, Lilian vai se envolvendo com excêntricos tipos humanos: o auto-destrutivo filho de Braga, um industrial alemão que financia a repressão, um grileiro de terras falastrão , um detetive boçal, uma rumbeira e cafetina, um bandido tuberculoso com cara de santo, e finalmente um submisso funcionário público e sua mórbida irmã. Do campo à cidade, do concubinato à prostituição, da opulência à marginalidade, Maria / Lilian retorna às origens para reaver a sua família.

Elenco

Benvenutti, Célia Olga (Lilian, Maria)
Cattan, Benjamin (Braga)
Sérgio Hingst …. Gonçalvez
Mello, Maracy (Lucivalda)
Marins, Walter (Caixeiro viajante)
Edward Freund …. Hartman
Guerreiro, Caçador (José)
Spiewak, José Júlio (Shell Scorpio)
Bianchi, Thereza (Maria Antonieta)
Bujyja, Lee (Chico)
Carvalho, Genésio (Motorista)
Picchi, Paolo
Val, Ruben
Vorobow, Bernardo
Carvalho, Oamir
Ferreira, Jairo
Andrade, Olga Maria
Nadas, Luiz
Leite, Lygia Marques
Maria, Silvana
Eustaquio, David
Cabral, Sonia Maria
Spiller, João Armando

Apresentando:
Ribeiro, Wilson (Vivaldo Lobo)
Lasmar, Washington(Fausto)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Lilian M.: Confissões Amorosas (Relatório Confidencial) (1975) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Carlos Reichenbach
Argumento: Carlos Reichenbach
Roteiro: Carlos Reichenbach
Assistência de direção: Jardini, Marta Salomão; Zenha Filho, Belmiro
Continuidade: Jardini, Marta Salomão
Produção: Reichenbach, Carlos; Curi Filho, Elias
Direção de produção: Oliveira, Percival Gomes de
Assistência de produção: Carvalho, Oamir
Gerente de produção: Spiller, João Armando
Direção de Fotografia: Carlos Reichenbach
Assistência de câmera: Donha, Luis Pelaio
Fotografia de cena: Zenha Filho, Belmiro
Trucagens: Picchi, Paolo
Eletricista: Valesi, Jequiato
Maquinista: Almeida, Isac Sérgio de; Almeida, Isaac Sergio de
Técnico de som: Caballar, Júlio Perez; Caballar, Júlio Perez
Som guia: Valesi, Jequiato
Montagem: Araújo, Francisco Inácio de
Assistente de montagem: Nadas, Luiz
Direção de arte: Almeida, Isaac Sérgio de
Vestuário: Jardini, Marta Salomão
Seleção musical: Carlos Reichenbach
Companhias Produtoras: Serviços Publicitários Jota Filmes Ltda.; Beethoven Street Filmes Ltda.
Companhias Distribuidoras: Brasecran – Distribuidora, Importadora e Exportadora de Filmes Ltda.; Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.

Prêmios

Prêmio APCA, 1975 – Associação Paulista de Críticos de Arte, SP, para Melhor roteiro..
Prêmio Governador do Estado, 1975, SP, para Realização Especial.

Bibliografia

Fontes de Referência

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Brasil Cinema, 1975
Press-release
Guia de Filmes, 58
ALSN/DFB-LM
SESC/G 68
CB/EMB-110.2-00532

Livros:

Internet:

CINEMATECA BRASILEIRA. http://www.cinemateca.org.br/
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Lilian M.: Confissões Amorosas (Relatório Confidencial). Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/lilian-m-relatorio-confidencial/

Fontes consultadas:
ACPJ/II
Diário de S. Paulo, 27.07.1975, p. 7/29
O Estado de S. Paulo, s/d

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.