fbpx

Lima Barreto (1906-1982)

Biografia

Victor Lima Barreto, em arte mais conhecido como Lima Barreto, foi um cineasta, roteirista, jornalista, radialista, jornaleiro, jogador de snooker e professor brasileiro nascido em Casa Branca (SP) no dia 23 de junho de 1906. Faleceu na cidade de Campinas (SP) no dia 23 de novembro de 1982.

Como jornalista, trabalhou em A Notícia, de São José do Rio Preto (SP). Radicou-se em São Paulo em 1936, quando conheceu os irmãos Del Picchia. Com eles, começou no cinema como carregador de tripé, mas logo fez sua estreia como diretor, como assistente de Victor Del Picchia, no documentário O Carnaval Paulista, de 1936.

Paralelamente também foi redator da Rádio Tupi nos anos 1940.

Autodidata, Lima Barreto iniciou no cinema nacional na década de 1940 filmando curta-metragens como O caçador de bromélias e Fazenda velha.

Realizou cerca de cem filmes comerciais e trinta documentários até chegar à Vera Cruz, Companhia Vera Cruz, onde dirigiu o primeiro documentário nacional em curta-metragem sobre artes plásticas, Painel, registrando a execução do painel Tiradentes de Cândido Portinari. Neste período iniciou trabalhando como ator em alguns filmes da companhia como Terra é Sempre Terra (1951).

Em 1953, realizou um grande sonho: O Cangaceiro (filme estrelado por Alberto Ruschel, Marisa Prado, Milton Ribeiro e Vanja Orico), projeto pessoal seu, que acabou se tornando um dos filmes nacionais mais importantes já feitos, abrindo caminho internacional para o Cinema Brasileiro. O longa ganhou dois prêmios no Festival de Cannes como melhor filme de aventura e melhor trilha musical.

Por vários anos ele tentou produzir O Sertanejo, mas seu gênio difícil e polêmico sempre o afastou dos produtores e o filme nunca foi realizado. Ainda fez os documentários São Paulo em festa e Arte cabocla e o longa A Primeira missa em 1961.

Também trabalhou como ator nos filmes Terra é sempre terra, O Cangaceiro (1953) e A Primeira Missa (1960) e mesmo assim sem nunca ter visto a versão que chegou aos cinemas, alegando que o mesmo foi retalhado pelos produtores.

Escreveu ainda os roteiros para as fitas Quelé do Pajeú (1969), de Anselmo Duarte, Pontal da Solidão (1978), de Alberto Ruschel e Inocência, realizado em 1983, depois da morte dele, por Walter Lima Júnior.

Foi casado com a atriz Araçary de Oliveira, com quem tem um filho, Filipe, nascido em 1957. Depois do divórcio passou a viver só e amigo da boemia.

Por não ter mais oportunidades, abandonou o cinema e acaba morrendo pobre e esquecido, vítima de um enfarte, em 23 de novembro de 1982, aos 76 anos de idade, em um asilo na cidade de Campinas (SP). Triste fim para um dos mais brilhantes cineastas brasileiros.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

1965 – Casa Grande e Progresso (codirigido por Sérgio Marques) (CM)
1964 – Fazenda Velha (CM)
1961 :: A Primeira Missa
1960 – Via Sacra (CM)
1959 – O Café (CM)
1959 :: Só para Mulheres (CM)
1957 :: P.M.K. (CM)
1955 :: Arte cabocla (CM)
1954 :: São Paulo em festa (MM)
1953 :: O Cangaceiro
1953 :: O Livro (CM)
1952 :: Santuário (CM)
1951 :: Painel (CM)
1951 :: Obras novas – Evolução de uma indústria
1950 :: Caçador de Bromélias (CM)
1950 :: Carnaval Carioca de 1950 (CM)
1948 – Excursão do Alto da Boa Vista (CM)
1946 – A Carta de 46 (CM)
1944 – Seu Bilhete, por Favor (CM)
1943 – O Cofre (CM)
1942 – O Disco (CM)
1941 :: O Quartzo (CM)
1940 :: Fazenda velha (CM)
1940 – Como se Faz um Jornal (CM)
1938 – Centenário da Freguesia de São João da Boa Vista (codirigido por Victor del Picchia) (CM)
1937 – Na Piscina (CM)
1936 – O Carnaval Paulista de 1936 (codirigido por Victor del Picchia) (CM)

:: Filmografia como Ator ::

1961 :: A Primeira Missa
1953 :: O Cangaceiro
1952 – Tico-Tico no Fubá
1951 – Terra é Sempre Terra

:: Filmografia como Ele Mesmo ::

2008 – O Velho Guerreiro não Morrerá (CM)

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

CARTÃO DE VISITA. . Disponível no endereço: http://cartaodevisita.r7.com/conteudo/9199/o-diretor-que-conquistou-cannes
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Lima Barreto. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/lima-barreto/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.