fbpx

Linneu Dias (1927-2002)

Biografia

Linneu Moreira Dias, em arte conhecido como Linneu Dias, foi um ator brasileiro nascido em Santana do Livramento (RS) no dia 05 de outubro de 1927.

Começou sua carreira no teatro em 1956. Mudou-se para São Paulo no início dos anos 1960 e, em 1964, recebeu o Prêmio Governador do Estado, por sua interpretação na peça Andorra. Em 1995, recebeu o Prêmio Sharp por MinhAlma, Alma Minha.

Estreou no cinema em 1966, no filme Corpo Ardente. Nessa modalidade, teve carreira regular ao participar de filmes importantes como Gaijin, os Caminhos da Liberdade (1980), de Tyzuka Yamasaki; e Pixote, a Lei do Mais Fraco (1981), de Hector Babenco.

Em 1980, fez sua primeira novela, Um Homem Muito Especial, depois Partidas Dobradas (1981), Moinhos de Vento (1983), Grande Sertão: Veredas (1985) e A Força de um Desejo (1989). Sua última aparição na TV foi em 2001 na minissérie Presença de Anita, pela TV Globo, como Venâncio.

Foi casado com a atriz Lilian Lemmertz, com quem teve uma filha, a também atriz Júlia Lemmertz.

Faleceu no dia 03 de agosto de 2002, aos 74 anos de idade, no Rio de Janeiro.

Filmografia

1966 :: Corpo Ardente
1973 :: Anjo Loiro
1974 :: O Marginal
1980 :: Gaijin, os Caminhos da Liberdade
1981 :: Pixote, a Lei do Mais Fraco
1981 :: Asa Branca, um Sonho Brasileiro
1984 :: Made In Brasil (Episódio: Um Milagre Brasileiro)
1985 :: O Beijo da Mulher Aranha (Kiss of the Spider Woman) (Brasil/EUA)
1995 :: Eu Sei que você Sabe (CM)
1997 :: Bocage, o Triunfo do Amor
1998 :: A Hora Mágica
1998 :: Oropa, França e Bahia
1999 :: Um Copo de Cólera
2000 :: Bicho de Sete Cabeças

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Linneu Dias. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/linneu-dias/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.