fbpx

Liquid Voices – A história de Mathilda Segalescu (2019)

Sinopse

A ficção é ambientada num fato verídico – o maior naufrágio de passageiros civis na Segunda Guerra Mundial, o trágico naufrágio do precário navio Struma, que levava 700 judeus da Europa para a Palestina, em fuga do nazismo, na Segunda Guerra. Mas a história é centrada na personagem ficcional Mathilda Segalescu, cantora que está entre os passageiros com seu único companheiro – o piano, e num pescador árabe que se apaixona por ela, ou melhor: pelo seu espectro.

Saindo da Romênia, o já danificado Struma, sem motor, pede um SOS à Turquia para rebocá-lo até o porto de Istambul. Mas os turcos estabelecem uma quarentena total de dois meses: ninguém entra, ninguém sai. Os suprimentos rareavam, novamente rebocado a mando do governo da Turquia é deixado a deriva em pleno Mar Negro, quando acaba afundando, atingido por um torpedo russo. Na história de Jocy, um pescador árabe se depara com a visão de Mathilda e se apaixona por essa figura espectral. Esses personagens são vividos pela soprano Gabriela Geluda, constante colaboradora de Jocy, e pelo tenor Luciano Botelho, carioca radicado em Londres. O acompanhamento – simultâneo, como acontece numa apresentação ao vivo – é feito pelo Ensemble Jocy de Oliveira.

O cinema sempre namorou a ópera. Muitas adaptações das o palco para a tela foram feitas ao longo do século XX e são numerosas as gravações de performances. A compositora Jocy de Oliveira, no entanto, é pioneira ao compor uma ópera para o cinema. Um dos mais importantes nomes da música contemporânea brasileira, Jocy continua produzindo, mas garante que essa será sua última ópera.

Liquid Voices – A história de Mathilda Segalescu é a nona ópera de Jocy, foi filmada em 2017 nos espaços em ruína do Cassino da Urca, no Rio de Janeiro.

A ópera foi filmada em 2017 e teve estreia mundial em 20 fevereiro de 2019 na mostra competitiva do London International Filmmaker Festival 2019, sendo agraciado com o prêmio Best sound design entre os filmes de longa metragem.

O filme foi escolhido para a Selecão Oficial do Madrid International Festival com indicações para Best original score e Best set design.

Elenco

Gabriela Geluda …. Mathilda Segalescu
Luciano Botelho …. Vendedor de Peixe

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Liquid Voices – A história de Mathilda Segalescu que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Jocy de Oliveira
Roteiro: Jocy de Oliveira
Empresa Produtora: Spectra Produções

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Liquid Voices – A história de Mathilda Segalescu. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/
London International Filmmaker Festival. Disponível no endereço: http://www.filmfestinternational.com/london-iff-2019-winners/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.