fbpx

LIVRO – David Cardoso: persistência e paixão

Sinopse

Ele nunca gostou do apelido de O Rei da Pornochanchada. Mas de uma certa maneira ele realmente foi o maior galã, a maior atração de bilheteria dos filmes, produzidos em São Paulo nos anos 70 e 80, na chamada Boca do Lixo.

Não apenas estrelados, mas igualmente produzidos e, com freqüência, também dirigidos por ele. Filmes que foram chamados de Pornochanchadas (embora quase todos fossem dramas ou policiais), por falta de melhor denominação.

Neste livro-depoimento ao cineasta e jornalista Alfredo Sternheim, David Cardoso saiu de seu exílio voluntário em Mato Grosso do Sul, para resgatar suas lembranças de uma carreira cheia de sucessos, que começou como um garoto fascinado por Hollywood e que de certa forma realizou seus sonhos. Aprendendo a profissão com Mazzaropi e Walter Hugo Khouri, inclusive por trás das câmeras, construiu uma bem-sucedida carreira de mais de 50 trabalhos, também no teatro e na televisão, que ele analisa aqui com honestidade e candura.

Um resgate de memória da Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, dentro de seu trabalho de preservação de nossa arte e cultura.

Autor

Alfredo Sternheim é um grande diretor do cinema brasileiro. Mesmo tendo abandonado a carreira de cineasta no final dos anos 1980, construiu uma filmografia marcante e foi um dos diretores mais criativos e atuantes da chamada “Boca do Lixo”, em São Paulo.

Em sua carreira dirigiu 24 longas e 14 curtas. Dentre seus filmes estão Paixão na Praia (1971), Anjo Loiro(1973), Lucíola, o Anjo Pecador (1975), Corpo Devasso(1980), Violência na Carne (1980), Brisas do Amor(1982), e Tensão e Desejo (1983), Alfredo Sternheim é também jornalista e assina críticas de cinema em jornais e na Revista Set.

Em 2005, publicou, pela coleção Aplauso, o indispensável Cinema da Boca – Dicionário de Diretores.

Dados Técnicos

Título: David Cardoso: persistência e paixão
Coleção: Coleção Aplauso – Série Perfil
Autor: Alfredo Sternheim
Editora: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo
Idioma: Português.
Encadernação: Brochura | Formato: 12 cm x 18 cm | 208 págs.
Ano da Edição: 2004
ISBN: 8570602650

Compre agora o seu exemplar

Coleção

Coleção Aplauso, concebida pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, visa resgatar a memória da cultura nacional, biografando atores, atrizes e diretores que compõem a cena brasileira nas áreas de cinema, teatro e televisão. Foram selecionados escritores com largo currículo em jornalismo culturalparaesse trabalho em que a história cênica e audiovisual brasileiras vem sendo reconstituída de maneira singular. Em entrevistas e encontros sucessivos estreita-se o contato entre biógrafos e biografados. Arquivos de documentos e imagens são pesquisados, e o universo que se reconstitui a partir do cotidiano e do fazer dessas personalidades permite reconstruir sua trajetória.

A decisão sobre o depoimento de cada um na primeira pessoa mantém o aspecto de tradição oral dos relatos, tornando o texto coloquial, como seo biografado falasse diretamente ao leitor.

Um aspecto importante da Coleção é que os resultados obtidos ultrapassam simples registros biográficos, revelando ao leitor facetas que também caracterizam o artista e seu ofício. Biógrafo e biografado se colocaram em reflexões que se estenderam sobre a formação intelectual e ideológica do artista, contextualizada na história brasileira.

São inúmeros os artistas a apontar o importante papel que tiveram os livros e a leitura em sua vida, deixando transparecer a firmeza do pensamento crítico ou denunciando preconceitos seculares que atrasaram e continuam atrasando nosso país. Muitos mostraram a importância para a sua formação terem atuado tanto no teatro quanto no cinema e na televisão, adquirindo, linguagens diferenciadas: analisando-as com suas particularidades.

Muitos títulos exploram o universo íntimo e psicológico do artista, revelando as circunstâncias que o conduziram à arte, como se abrigasse em si mesmo desde sempre, a complexidade dos personagens.

São livros que, além de atrair o grande público, interessarão igualmente aos estudiosos das artes cênicas, pois na Coleção Aplauso foi discutido o processo de criação que concerne ao teatro, ao cinema e à televisão. Foram abordadas a construção dos personagens, a análise, a história, a importância e a atualidade de alguns deles. Também foram examinados o relacionamento dos artistas com seus pares e diretores, os processos e as possibilidades de correção de erros no exercício do teatro e do cinema, a diferença entre esses veículos e a expressão de suas linguagens.

Se algum fator específico conduziu ao sucesso da Coleção Aplausoe merece ser destacado –, é o interesse do leitor brasileiro em conhecer o percurso cultural de seu país.

À Imprensa Oficial e sua equipe coube reunir um bom time de jornalistas, organizar com eficácia a pesquisa documental e iconográfica e contar com a disposição e o empenho dos artistas, diretores, dramaturgos e roteiristas. Com a Coleção em curso, configurada e com identidade consolidada, constatamos que os sortilégios que envolvem palco, cenas, coxias, sets de filmagem, textos, imagens e palavras conjugados, e todos esses seres especiais: que neste universo transitam, transmutam e vivem: também nos tomaram e sensibilizaram.

É esse material cultural e de reflexão que pode ser agora compartilhado com os leitores de todo o Brasil.

:: Coleção Aplauso – Série Perfil ::

Aracy Balabanian: Nunca Fui Anjo
Arllete Montenegro: Fé, Amor e Emoção
Ary Fontoura: Entre Rios e Janeiros
Bete Mendes: O Cão e a Rosa
Betty Faria: Rebelde por Natureza
Carla Camurati: Luz Natural
Cecil Thiré: Mestre do seu Ofício
Celso Nunes: sem amarras
Cleyde Yaconis: Dama Discreta
David Cardoso: Persistência e Paixão
Denise Del Vecchio: Memórias da Lua
Dionísio Azevedo e Flora Geni: uma vida na arte
Elisabeth Hartmann: A Sarah dos Pampas
Emiliano Queiroz: na sobremesa da vida
Etty Fraser: Virada Pra Lua
Ewerton de Castro: Minha Vida na Arte: Memória e Poética
Geórgia Gomide: a vida de uma estrela
Gianfrancesco Guarnieri: Um Grito Solto no Ar
Glauco Mirko Laurelli: um artesão do cinema
Ilka Soares: a bela da tela
Irene Ravache: Caçadora de Emoções
Irene Stefania: Arte e Psicoterapia
Isabel Ribeiro: Iluminada
Jece Valadão: também somos irmãos
Joana Fomm: Momento de Decisão
John Herbert: um gentleman no palco e na vida
Jonas Bloch: o ofício de uma paixão
José Dumont: do cordel às telas
Laura C ardoso: contadora de histórias
Leonardo Villar: Garra e Paixão
Lília Cabral: Descobrindo Lília Cabral
Lolita Rodrigues: De Carne e Osso
Louise Cardoso: A Mulher do Barbosa
Marcos Caruso: por ele mesmo
Maria Adelaide Amaral: A Emoção Libertária
Marisa Prado: a estrela, o mistério
Mauro Mendonça: Em Busca da Perfeição
Miriam Mehler: Sensibilidade e Paixão
Nicette Bruno e Paulo Goulart: Tudo em Família
Nívea Maria: uma atriz real
Niza de Castro Tank: Niza, Apesar das Outras
Paulo Betti: Na Carreira de um Sonhador
Paulo José: Memórias Substantivas
Pedro Paulo Rangel: O Samba e o Fado
Regina Braga: talento é um aprendizado
Reginaldo Faria: o solo de um inquieto
Renata Fronzi: chorar de rir
Renato Borghi: Borghi em Revista
Renato Consorte: Contestador por Índole
Rolando Boldrin: Palco Brasil
Rosamaria Murtinho: Simples Magia
Rubens de Falco: Um Internacional Ator Brasileiro
Ruth de Souza: Estrela Negra
Sérgio Hingst: Um Ator de Cinema
Sérgio Viotti: o cavalheiro das artes
Silvio de Abreu: Um Homem de Sorte
Sônia Guedes: Chá das Cinco
Sonia Maria Dorce: A Queridinha do meu Bairro
Sonia Oiticica: Uma Atriz Rodrigueana?
Stênio Garcia: força da natureza
Suely Franco: A Alegria de Representar
Tatiana Belinky: … E Quem Quiser Que Conte Outra
Tonico Pereira: um ator improvável, uma Autobiografia não autorizada
Tony Ramos: No Tempo da Delicadeza
Vera Holtz: o gosto da vera
Vera Nunes: raro talento
Walderez de Barros: voz e silêncios
Zezé Motta: muito prazer

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.