fbpx

LIVRO – Fotodrama

Sinopse

Sobre este filme único fulcro do cinema moderno, muitos e bons textos foram escritos. Desejo, entre tanto, observar. Os idiomas, as línguas, não são sinônimas, uma língua é uma maneira de sentir o mundo, uma maneira única de sentir o mundo. Um Bach-Straub brasileiro é possível e espero seja aceitável. Eu amo o cinema de Jean Marie Straub. Penso que devo iniciar dizendo ter assistido, pela primeira vez, A crônica de Anna Magdalena Bach em Berlin em 1967, com Helena Ignêz e Paulo Cezar Saraceni. Straub, desde seu primeiro filme Não Reconciliados (Nicht Versohnt) significava para mim comunismo livre que era o que buscávamos na época, fora da propaganda e do patrulhamento.

Dados Técnicos

Título: Fotodrama
Autor: Júlio Bressane
Editora: Imago
Ano da Edição: 2005
Acabamento: Brochura | 20,2 cm x 13,6 cm | 72 páginas
ISBN: 8531209609

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.