fbpx

LIVRO – Ilka Soares: a bela da tela

Uma das mais belas do Brasil durante os anos 50 e 60, Ilka Soares foi casada com dois dos homens mais célebres da época, Anselmo Duarte e Walter Clark e chegou a flertar com Michael Douglas (no Rio), Ilka foi essa espécie de ícone da sociedade carioca – mas foi também uma grande atriz, brilhando em teatro, cinema e televisão.

Ilka Soares foi a primeira a aparecer nua no cinema (Iracema, adaptação do famoso romance de José de Alencar) e também a mais velha a posar para a revista Playboy brasileira. Até hoje ainda se fala que teria sido a “namorada brasileira de Rock Hudson”. Leia o texto cheio de surpresas e as fotos inesquecíveis.

O público e a imprensa não têm duvidas: Ilka Soares foi uma das mulheres mais belas do Brasil. Uma verdadeira lenda que passou pelo cinema da Vera Cruz (nos filmes Floradas na Serra, Esquina da Ilusão) e da Atlântida (em Pintando o Sete), pelas capas de revista, passarelas e estúdios de TV (em telenovelas como O Cafona, O Bofe, Bandeira 2, Locomotivas, Mandala, Pecado Capital).

Mas neste livro-depoimento, escrito pelo roteirista, jornalista e cineasta Wagner de Assis, você vai conhecer uma Ilka diferente. Sincera, sensível, honesta, bem-humorada, ela revisa sua vida numa leitura apaixonante que vai crescendo a cada capítulo. Revivendo uma Era Dourada de nosso cinema e cultura.

Mais um trabalho de resgate e registro cultural da Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo.

:: Compre agora o seu exemplar

:: Dados Técnicos da Publicação ::

Título: Ilka Soares: a bela da tela
Coleção: Coleção Aplauso
Autor: Wagner de Assis
Editora: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo
Especificações: Brochura | Dimensões 12 cm x 18 cm | 260 páginas
ISBN: 857060369X

Compre agora o seu exemplar

:: Conheça também os outros livros da mesma Coleção Aplauso ::

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.