fbpx

LIVRO – JK Segundo a CIA e o SNI

Sinopse

LIVRO - JK Segundo a CIA e o SNIbotao_comprarO livro JK, Segundo a CIA e o SNI, de autoria do jornalista Continentino Porto, conta a história de Juscelino Kubitschek através de documentos obtidos no Serviço Nacional de Informações e na Agência Central de Inteligência Americana.

Lançado pela Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, a obra é composta por 452 páginas que vão desde a tentativa de impedir a candidatura de JK até o AI-5. O autor ressalta que sua intenção nunca foi fazer uma biografia sobre JK e que sua vocação sempre tendeu ao jornalismo investigativo. Levei cinco anos pesquisando e elaborando o material que consegui após me cadastrar na CIA através da embaixada americana e, mesmo assim, algumas informações me foram negadas, revela o jornalista que recebeu 200 informes da agência com fotos, mapas e gráficos sobre as forças armadas e o Partido Comunista Brasileiro (PCB).

Segundo Continentino Porto, o livro mostra o grande estadista que era Juscelino, além de toda sua capacidade de administrar, seu carisma e o apoio popular. O jornalista ressalta em seu livro que foi no governo JK que o brasileiro recebeu o maior salário mínimo da história e, mesmo não tendo sucesso no controle da inflação, o processo de industrialização do País mais cresceu.

Queremos manter viva a memória deste grande brasileiro, relembrando sua luta pela execução de obras, os processos no STF e as perseguições e humilhações a que foi submetido pelos defensores do golpe de 1964, disse o autor, que citou ainda a perseguição dos arapongas do SNI e da CIA, que investigaram JK até depois de morto. O ex-deputado estadual Silvio Lessa, que esteve na Casa entre 1974 e 1982, pelo então MDB, foi uma das pessoas ouvidas pelo pesquisador. Ele esteve com JK em um comício em Miracema, em 1954. Segundo Silvia Lessa, que já leu o livro, a obra é fundamental para os brasileiros, principalmente para estudantes, pois resgata a história oculta de Juscelino, os porões da ditadura e a intransigência americana. É um oportuno trabalho de pesquisa, afirmou.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.