fbpx

LIVRO – O Documentário de Eduardo Coutinho: televisão, cinema e vídeo

Sinopse

Acompanhando 40 anos da trajetória de Eduardo Coutinho, mestre do cinema documental no Brasil, Consuelo Lins analisa nesse livro todos os filmes do diretor, desde o premiado Cabra marcado para morrer (1964-84) até Peões (2004). Esse estudo cronológico passa por Edifício Master (2002) e ainda pelo Globo Repórter dos anos 70 e 80, onde o cineasta desenvolveu uma forma específica de fazer documentários “com os outros, e não sobre os outros”.

O tema desse livro é a investigação dos procedimentos de criação, métodos de trabalho, condições de realização, posturas éticas e opções estéticas e técnicas de Coutinho, que pode provocar transformações nas idéias preconcebidas que todos nós — público e personagens — construímos a respeito do mundo em que vivemos.

Trata-se de uma reflexão teórica muito bem fundamentada sobre um conjunto de obras que resiste às tentativas de uniformização.

Leitura obrigatória para os amantes e os estudiosos de cinema, televisão e vídeo, sendo indispensável para todos aqueles que se interessam pela história e a cultura no Brasil.

“Não há melhor guia para a obra de Coutinho do que Consuelo Lins (…) com clareza e brilho põe a nossa disposição não apenas a sua inteligência teórica, mas também as lições aprendidas no campo, no convívio com Coutinho durante as filmagens. O resultado final é extraordinário.” (do prefácio de João Moreira Salles)

Sumário

A publicação inclui:
• Mais de 150 fotos
• Fichas técnicas dos filmes de Eduardo Coutinho
• Cinebiografia do diretor

Dados Técnicos

Título: O Documentário de Eduardo Coutinho: televisão, cinema e vídeo
Autor: Consuelo Lins
Editora: Editora Zahar
Especificações: Brochura | Dimensões XX cm x XX cm | XX páginas
Ano de Edição:
ISBN: XXXXXXXXX

Outros Livros da Editora

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.