fbpx

LIVRO – Os Irmãos Karamabloch: ascensão e queda de um império familiar

Sinopse

botao_comprarÉ difícil imaginar uma saga familiar mais pitoresca e espetacular que a dos Bloch. Em torno do patriarca Joseph Bloch, tipógrafo judeu oriundo de uma remota aldeia da Ucrânia, a numerosa família chegou ao Brasil em 1922 praticamente sem nada, depois de enfrentar os horrores da Primeira Guerra, as perseguições do czar e a opressão dos bolcheviques.

Aos poucos, a pequena gráfica de Joseph Bloch foi transformada por seus filhos – em especial, o caçula Adolpho Bloch – num império de comunicações, que começou com a Revista Manchete e chegou a incluir, em seus dias de glória, emissoras de rádio e tevê, gráfica, editora de livros e dezenas de publicações periódicas.

Essa epopéia familiar é narrada com humor e sensibilidade literária por um descendente do clã, o escritor e jornalista Arnaldo Bloch, neto e xará de um dos irmãos Karamabloch (como o escritor Otto Lara Resende chamava os irmãos Bóris Bloch, Arnaldo Bloch e Adolpho Bloch, numa referência evidente aos atormentados Karamázov, de Dostoiévski).

Catástrofes pessoais e coletivas, reviravoltas espetaculares, empreendimentos ambiciosos, lutas fratricidas, tudo isso é plasmado numa prosa envolvente, repleta de auto-ironia, e que ocasionalmente dá voz aos próprios protagonistas da epopéia. Os depoimentos destes, e sobretudo os das mulheres mantidas à sombra dos grandes feitos, são transcritos com delicioso sabor coloquial (incluindo o sotaque) pelo autor, que chegou a percorrer o interior da Ucrânia em busca dos locais de origem do clã.

Dados Técnicos

botao_comprarTítulo: Os Irmãos Karamabloch: ascensão e queda de um império familiar
Autor: Arnaldo Bloch
Editora: Companhia das Letras
Ano da Edição: 2008
Encadernação: Capa flexível | 16 cm x 23 cm | 344 páginas
ISBN: 9788535913323

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.