fbpx

LIVRO – Quase Memória (Ed. 2001)

Sinopse

LIVRO - Quase Memoriabotao_comprarLançado originalmente em 1995, Quase Memória marcou a volta de Carlos Heitor Cony à ficção de forma consagradora, depois de mais de vinte anos afastado da literatura. A obra ganhou, em 1996, os prêmios Jabuti de Melhor Romance e de Livro do Ano, pela Câmara Brasileira do Livro.

Quase Memória foi editado pela Companhia das Letras, Objetiva e, mais recentemente, no selo Alfaguara/Objetiva. Foi o quinto livro de Carlos Heitor Cony que a Objetiva lançou desde julho de 2005, quando garantiu a exclusividade para relançamento da obra completa do autor, assim como para o lançamento de novos livros inéditos.

Ponto alto na produção literária brasileira das últimas décadas, este romance explora o território entre a ficção e a memória a partir das reminiscências do autor sobre o pai morto. Nele, Carlos Heitor Cony mapeia minuciosamente a relação pai e filho: os sentimentos contraditórios, as alegrias e tristezas que não se esquecem, o afeto incondicional e, acima de tudo, a cumplicidade.

O livro foi adaptado para o cinema pelo cineasta Ruy Guerra em seu filme Quase Memória, lançado no ano de 2015.

Dados Técnicos

Título: Quase Memória: quase romance
Autor: Carlos Heitor Cony
Editora: Companhia das Letras
Ano da Edição: 2001
Encadernação: Brochura | cm X cm | Páginas
ISBN: 85-7164-487-X

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “LIVRO – Quase Memória (Ed. 2001)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.