fbpx

LIVRO – Renato Aragão: do Ceará para o coração do Brasil

Sinopse

Quem é esse homem batizado Antonio Renato Aragão? Quem é esse artista que há cinco décadas, no cinema e na TV, faz gerações e gerações de brasileiros sorrirem? E o que faz Renato Aragão, aos 82 anos, acreditar que ainda há muito a fazer?

Em um dos textos de apresentação de Renato Aragão: do Ceará para o coração do Brasil, o próprio artista toma a palavra e se dirige ao leitor para dizer: Este livro é uma forma de saciar a curiosidade que as pessoas… possam ter sobre o percurso que venho fazendo… Bom, esta é uma viagem para dentro de mim. Uma viagem feita de saudades, memória e muita gratidão.

Rodrigo Fonseca, roteirista e crítico de cinema, é quem nos conduz ao longo desta grande e bela viagem pela vida e alma de Renato Aragão. Baseado nas memórias do artista e em meticulosa pesquisa, o autor nos conta a trajetória de Aragão desde o nascimento em Sobral, no Ceará, em 1935, até o momento em que o criador do Didi assiste ao lançamento da nova geração de Os Trapalhões, em 2017.

Ricamente ilustrado, o livro conta ainda com uma seção de depoimentos de diversas personalidades, tais como: Caetano Veloso, Fernanda Montenegro, Maria Bethânia, Dedé Santana, Cacá Diegues, Daniel Filho, José Padilha, entre tantos outros.

***

“Renato Aragão nos traz sempre a nossa infância, a nossa cultura popular. O Grande Circo que é a nossa utopia.” – Fernanda Montenegro

“Renato Aragão é uma grande figura da cultura brasileira. O programa Os Trapalhões foi um marco na história da televisão e na vida da gente… Programa popular e nada careta, aquilo é coisa que diz muito sobre o melhor do Brasil.” – Caetano Veloso

“Didi Mocó, comovente, iluminado, circense, dono da alegria e da delicadeza, como convém aos palhaços, nossos mágicos das arenas da vida, cheios de bondade e pureza para informar que a alegria é a melhor coisa que há.” – Maria Bethânia

“Renato é uma inspiração para todo aquele que se preocupa com o futuro do país e de nossas crianças. Sua vida, dedicada a espalhar alegria e esperança, é um exemplo a ser seguido.” – Mônica Albuquerque

“Se eu tivesse que usar uma palavra para definir o que Renato Aragão representa para mim, eu diria: lar. Renato é o meu lar.” – Dedé Santana

“Renato Aragão é o nosso palhaço moderno, o cômico que melhor entendeu a adaptação de seu ofício para o cinema.” – Cacá Diegues

“O filme O cangaceiro trapalhão está orgulhosamente no meu currículo; não são todos que podem dizer que ‘dirigiram’ o maior e mais famoso comediante do seu país.” – Daniel Filho

“Renato Aragão é o cineasta brasileiro de maior sucesso, não o sucesso de um só hit – mas um sucesso consistente e repetido filme a filme, baseado na criatividade de um grande artista. Didi é um personagem genial – e os Trapalhões são a nossa versão dos irmãos Marx.” – José Padilha

“Renato Aragão garantiu o riso de várias gerações, inclusive a de meus filhos, que cresceram se divertindo com as peripécias desse irresistível palhaço.” – Zuenir Ventura

Dados Técnicos

Título: Renato Aragão: do Ceará para o coração do Brasil
Autor: Rodrigo Fonseca
Editora: Sextante
Ano da Edição: 2017
Encadernação: Brochura | 16 cm x 23 cm | 304 páginas
ISBN: 9788556080271

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “LIVRO – Renato Aragão: do Ceará para o coração do Brasil

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.