fbpx

LIVRO – Revolução do Cinema Novo

Sinopse

Escrito na sequência dos artigos do primeiro volume desta série (Revisão crítica do cinema brasileiro) e após a finalização de A Idade da Terra (1980), seu último longa-metragem, este livro tem duas partes distintas. Na primeira, Glauber Rocha ordena artigos publicados ao longo dos anos anteriores, transcreve debates e retoma entrevistas. Não falta o célebre artigo Eztetyka da fome, primeira síntese sobre o cinema novo dirigida aos europeus, apresentado na Retrospectiva do Cinema Latino-Americano, em Gênova, em 1965. A segunda parte é uma reunião de reflexões e notas biográficas escritas em 1980, uma memória afetiva que se refere diretamente a personagens da vida cultural da época.

Conforme o crítico Inácio Araújo: Revolução do cinema novo não é, afinal, o livro de um santo, mas de um homem. Tem a marca de um dos maiores artistas brasileiros do século XX e também a sua impureza. Quase uma autobiografia de Glauber Rocha, é um livro-chave. Com prefácio do autor inédito em livro e artigo de Cacá Diegues escrito à época do cinema novo, a edição é totalmente ilustrada. Os textos passaram por rigorosa revisão e incluiu-se um índice onomástico.

Dados Técnicos

Título: Revolução do Cinema Novo
Coleção: Coleção Glauberiana
Autor: Glauber Rocha
Editora: Cosac Naify
Ano da Edição: 2004
ISBN:

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.