fbpx

Lolita Rodrigues

Biografia

Lolita Rodrigues, nome artístico de Sílvia Gonçalves Rodrigues Leite, é uma atriz e cantora brasileira nascida na cidade de Santos (SP) no dia 10 de março de 1929.

Filha dos imigrantes espanhóis Isaac e Isolina, cresceu acostumada a ouvir seus familiares cantando canções espanholas. Em 1939, aos 10 anos de idade, iniciou sua carreira participando de programas na Rádio Record, em São Paulo, interpretando canções espanholas. Sua beleza e graciosidade eram tamanhas que fora apelidada de La Salerosa. Sempre cantando, passou pelas rádios Bandeirantes, Cultura e Tupi, chegando a ganhar dois Troféus Roquette Pinto como “Melhor Cantora Internacional”.

Em 1947, na Rádio Tupi, conheceu Ayrton Rodrigues, com quem se casa (adotando Rodrigues Leite como seu sobrenome). Juntos, apresentam durante 30 anos os programas Almoço Com as Estrelas e Clube dos Artistas, sucesso absoluto da TV Tupi nos anos 1960/1970.

Na inauguração da TV Tupi, em 1950, Lolita substituiu Hebe Camargo, sua amiga de longa data, e cantou o hino especialmente feito para aquela ocasião, o Hino da Televisão Brasileira, com letra do poeta Guilherme de Almeida.

Em 1952, começou a namorar com Aírton Rodrigues, casando-se alguns anos depois. Tiveram apenas uma filha, a médica Sílvia. Juntos, o casal apresentou, a partir de 1956 e durante longos anos, os programas “Almoço com as Estrelas” e “Clube dos Artistas”, na TV Tupi de São Paulo, onde fizeram grande sucesso.

Após 31 anos de casamento, o casal se separou, porém não oficialmente; Aírton morre alguns anos depois, tornando-a oficialmente viúva.

O grande sonho de Lolita era tornar-se atriz, realizando-o em 1957, a convite de Cassiano Gabus Mendes, quando interpretou a cigana Esmeralda na telenovela O Corcunda de Notre Dame, exibida às terças e sexta-feiras, onde cantava, dançava, representava e tocava castanhola. Ela também 2-5499 Ocupado.

Como atriz, desenvolveu sólida carreira na televisão. Participou da primeira novela diária da televisão, a 2-5499 Ocupado (1963), formando o triângulo romântico com Glória Menezes e Tarcísio Meira; além das novelas Em Busca da Felicidade (1965), O Tempo Não Apaga (1972) e O Direito de Nascer (1978), alternando-se entre a TV Tupi e Excelsior. Contratada pela TV Globo, estreou na minissérie Memórias de Um Gigolô, em 1986. Depois atuou em Rainha da Sucata (1990), A Viagem (1994), Terra Nostra (1999), Kubanacan (2004) e Pé na Jaca (2007).

No cinema, fez apenas três filmes, sendo sua estreia em 1948 no curta Chuva de Estrelas, dirigido por Oduvaldo Viana.

Por décadas, foi a melhor amiga de Nair Bello, até sua morte, em 2007. Juntas, contracenaram nas telenovelas A Viagem, Uga-Uga, Kubanacan e no humorístico Zorra Total.

Em 2008, foi lançado Lolita Rodrigues: de carne e osso, relato biográfico de Lolita Rodrigues, escrito pela jornalista Eliana Castro, que faz parte da Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo.

O autor de novelas da Rede Globo, Manoel Carlos, presenteou a atriz pelos seus 80 anos completados em 2009 com um papel de destaque em sua novela Viver a Vida. Lolita interpretou Noêmia, mãe do protagonista Marcos vivido pelo ator José Mayer.

Após aposentar-se em 2010, Lolita mudou-se para João Pessoa em 2015, onde vive com a filha Silvia.

Filmografia

1979 :: Milagre, o Poder da Fé
1949 :: Quase no Céu
1948 :: Chuva de Estrelas (CM)

Bibliografia

Livros:

CASTRO, Eliana. Lolita Rodrigues: de carne e osso. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2008.
SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Lolita Rodrigues. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/lolita-rodrigues/
WIKIPEDIA. Lolita Rodrigues. Disponível no endereço: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lolita_Rodrigues

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.