fbpx

Luis Melo

Biografia

Luis Alberto Melo, em arte conhecido como Luis Melo, é um ator brasileiro nascido em Curitiba (PR) no dia 13 de novembro de 1957.

Ainda em sua cidade, inicia sua carreira no teatro, formando-se pela Fundação Teatro Guaíra de Curitiba. Quando chega a São Paulo, participa do programa Catavento, pela TV Cultura. Depois, retorna ao teatro, agora com Antunes Filho, em 1985, com quem fica por dez anos, dedicando-se integralmente ao Centro de Pesquisa Teatral, em atuações memoráveis em peças como A Hora e a Vez de Augusto Matraga, Trono de Sangue, Vereda da Salvação e Gilgamesh. Estreia no cinema em 1986, no curta-metragem A Guerra do Pente, ainda em Curitiba, com a turma de cinema local. Em 1996 ganha os prêmios APCA, Shell e Molière de melhor ator, por seu desempenho na peça Sonata Kreutzer, de Leon Tolstoi. Em 1995 faz sua primeira novela, Cara & Coroa e o sucesso é imediato. Desprendido do vínculo teatral que criara, vê sua carreira fortalecer-se em todas as modalidades. Assim, solidifica sua carreira na televisão, em atuações memoráveis como em Pecado Capital (1998), O Cravo e a Rosa (2000) e A Casa das sete Mulheres (2005), de Jayme Monjardim – que lhe vale o prêmio Qualidade Brasil de melhor ator – e, mais recentemente, Eterna Magia (2007), como Rafael, Casos e Acasos (2008) e Faça sua História (2008).

No cinema, tem participado com frequência também, em filmes como Doces Poderes (1996), O Auto da Compadecida (2000), Olga (2004) e A Encarnação do Demônio (2008), filme que marcou o retorno de José Mojica Marins ao cinema.

Em qualquer das modalidades, hoje é, reconhecidamente, um grande ator brasileiro.

Filmografia

1986 – A Guerra do Pente (MM)
1991 – Desterro (CM)
1995 – Jenipapo
1995 :: Terra Estrangeira
1995 :: Útero (CM)
1996 – Doces Poderes
1996 :: Jenipapo
1998 – Bar Babel (CM)
1998 :: Esôfago da Mesopotâmia (CM)
1999 – Por Trás do Pano
2000 – Imminente Luna (CM)
2000 :: O Auto da Compadecida
2001 – O Jardineiro do Tempo (CM)
2001 :: Caramuru – A Invenção do Brasil
2002 – Separações
2004 – Olga
2005 – Gaijin – Ama-me como Sou
2005 :: Cafundó
2008 – A Encarnação do Demônio
2010 – Chico Xavier

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Luis Melo. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/luis-melo/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.