fbpx

Luiz Carlos Arutin (1933-1996)

Biografia

Luíz Carlos Arutin foi um ator brasileiro nascido na cidade de Barretos (SP) no dia 19 de janeiro de 1933. Começou como ator na sua cidade natal e depois foi para São Paulo, onde cursou a Escola de Arte Dramática da USP.

Estreou na televisão em 1971, na novela Meu Pedacinho de Chão, em que seguiu regular carreira em minisséries e telenovelas como no remake de A Deusa Vencida, como o avarento Seu Amarante; Os Imigrantes (1981), Vereda Tropical (1984), Top Model (1989), Renascer (1993), Memorial de Maria Moura (1994) e A Idade da Loba (1995).

Ator de teatro, se consagrou ganhado o Prêmio Molière em 1978, pela brilhante atuação na peça Os Inocentes. O ator foi um dos comandantes, junto à Augusto Boal, do Teatro de Arena.

Estreou no cinema em 1974 no filme O Pica-Pau Amarelo. Fez poucos filmes, mas seu papel em Menino Maluquinho (1995) como o avô do garoto será sempre lembrado.

Na televisão, sua primeira grande oportunidade foi no capítulo inicial da telenovela Vitória Bonelli, escrita por Geraldo Vietri. Seguiram-se grandes personagens, como “Oscar” na novela A Gata Comeu, o técnico de futebol “Bepe” de Vereda Tropical, ambas na TV Globo e “Orlando Cardoso” em Campeão na TV Bandeirantes, onde recebeu o prêmio de melhor ator do ano pela APCA. Também brilhou como o bom e polêmico jornalista “Augusto” de Sinhá Moça, “João Semana” em As Pupilas do Senhor Reitor, no SBT, e o consagrado turco “Rachid” da novela Renascer, cuja atuação teve repercussão nacional.

O ator era o “queridinho” do autor Benedito Ruy Barbosa, tendo atuado em Sinhá Moça, Os Imigrantes, Vida Nova, Meu Pedacinho de Chão e Renascer, todas do mesmo autor.

Na televisão, aparece pela última vez em um episódio de Você Decide (1996).

No teatro, uma de suas últimas peças foi Exorbitâncias, de Antonio Abujamra. Estava ensaiando para estrear a peça Fantoches, de Érico Veríssimo, quando infelizmente, faleceu tragicamente no dia 08 de janeiro de 1996, aos 62 anos de idade, na cidade do Rio de Janeiro. Não resistiu aos ferimentos de um incêndio na sua casa. Morreu vítima de asfixia causada por um incêndio ocorrido no apartamento onde morava com a mulher e o filho mais novo, em Jacarepaguá. O fogo, segundo vizinhos, foi provocado por uma vela acesa no quarto do rapaz. As chamas se espalharam rapidamente por causa da parede revestida de isopor e carpete, usados como isolamento acústico pelo filho do ator, que toca bateria.

Arutim seria uns dos principais personagens da telenovela O Rei do Gado, não fosse seu falecimento dias antes do início das gravações em um incêndio no seu prédio. Sua última telenovela foi A Idade da Loba, na Bandeirantes.

Foi casado com Maria do Carmo Vieira, com quem teve um filho, Camilo (1979).

Filmografia

1998 :: Menino Maluquinho 2 – A Aventura
1995 :: Menino Maluquinho – O Filme
1985 :: Sonho sem fim
1984 :: A Flor do Desejo
1974 :: O Pica-Pau Amarelo

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Luiz Carlos Arutin. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/luiz-carlos-arutin/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.