fbpx

Manfredo Colasanti (1902-1983)

Biografia

Manfredo Colasanti foi um ator nascido na Itália, em 1902. Foi casado com Elisa Del Bone Colasanti, com quem teve dois filhos, o ator Arduino Colasanti e a escritora Marina Colasanti.

Chegou ao Brasil em 1948, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, assim como tantos italianos que aqui se radicaram. Sua tia, Gabriela Besanzoni, era casada com o empresário Henrique Lage, que arranjou emprego para Manfredo, que por ali ficou muitos anos.

O filho Arduino já era ator e estimula o pai a participar do filme Fome de Amor, em 1968, já que o diretor, Nelson Pereira dos Santos, estava filmando em sua fazenda em Angra dos Reis e o convidara a participar da produção. Manfredo iniciou, então, sua carreira artística aos 66 anos de idade e não para mais, ao todo são 26 filmes e 8 novelas.

Em 1974, fez sua primeira novela, pela TV Globo, Supermanoela, como Nicolau, ao lado de Marília Pera, e surpreendeu a todos pela facilidade em decorar textos, parecia um veterano, embora tivesse já 72 anos, era um principiante na televisão.

No cinema, participou de muitos filmes, vários do diretor Nelson Pereira dos Santos como Azyllo Muito Louco (1970) e Joanna Francesa (1975) e com outros diretores também como Anchieta, José do Brasil (1977), de Paulo César Saraceni; de Braz Chediak, Álbum de Família (1981); e Chico Rei (1985), de Walter Lima Jr., etc.

Na televisão, atua nas novelas Sinal de Alerta (1978), como Giuseppe; Ciranda de Pedra (1981), como Benito; Guerra dos Sexos (1983), como Antero Vasconcelos. Assim foi a carreira de Manfredo, um velhinho simpático, de barbas brancas espessas e muita segurança e talento.

Morreu em 1983, no Rio de Janeiro, de edema pulmonar, aos 81 anos de idade.

Filmografia

1985 :: Chico Rei
1983 :: Inocência
1983 :: O Trapalhão na Arca de Noé
1981 :: Álbum de Família (Uma História Devassa)
1980 :: O Princípio e o Fim (MM)
1978 :: Mulheres de Cinema (CM) (depoimento)
1978 :: Fim de Festa (Decisão Final)
1978 :: Elke Maravilha contra o Homem Atômico
1978 :: Se Segura Malandro
1977 :: O Desconhecido
1977 :: Anchieta, José do Brasil
1977 :: Paraíso do Inferno
1976 :: Ladrão de Bagdá
1976 :: Gordos e Magros
1976 :: Padre Cícero
1976 :: Dona Flor e seus Dois Maridos
1975 :: Com um Grilo na Cabeça
1975 :: Nem os Bruxos Escapam
1975 :: Joanna Francesa
1973 :: Os Condenados
1972 :: Quem é Beta? (Pas de Violence Entre Nous) (Brasil/França)
1971 :: Procura-se uma Virgem
1971 :: Mãos Vazias
1971 :: O Doce Esporte do Sexo (Episódio: O Filminho)
1971 :: Como Era Gostoso o meu Francês
1970 :: Azyllo Muito Louco
1969 :: Brasil Ano 2000
1968 :: Fome de Amor

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Manfredo Colasanti. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/manfredo-colasanti/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Um comentário em “Manfredo Colasanti (1902-1983)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.