fbpx

Manhã transfigurada (2008)

Trailer

Sinopse

Em uma época em que grandes propriedades são sinônimo de poder e a igreja representa a autoridade moral, a jovem Camila é levada a casar-se com um rico estancieiro para resgatar a posição social de sua família. Aprisionada por seu marido e recebendo apenas as visitas do padre e do sacristão, Camila envolve-se em um triângulo amoroso marcado por paixões que desafiam fé e razão.

Baseado no romance homônimo de Luiz Antonio de Assis Brasil, o filme estreiou no dia 21 de agosto.

Dirigido por Sérgio de Assis Brasil, cineasta conhecido pela proposta de descentralização da produção cinematográfica nacional, o longa foi rodado com elenco e equipe do interior do Rio Grande do Sul, sendo o primeiro filme da cidade de Santa Maria e revelando alguns talentos. Sérgio faleceu antes de concluir seu primeiro longa-metragem Manhã Transfigurada, semanas depois de assistir ao último corte e a pré-mixagem do filme, em dezembro de 2007.

Elenco

Manuela do Monte; Rafael Sieg; Paulo Saldanha; Denise Copetti; Pedro Gil; Pedro Freire Junior; Nara Mais; Mariza Rodrigues.

Ficha Técnica

Direção e Adaptação: Sérgio de Assis Brasil
Roteiro: Marcelo Esteves – Baseado na obra de Luiz Antônio de Assis Brasil Manhã Transfigurada (ed. L&PM, 1982 – Mercado Aberto, 1992 – em 9ª edição).
Produção: Álvaro de Carvalho Neto
Direção de Produção: Fabiano Foggiato
Direção de Fotografia: Fernando Vanelli e Melissandro Bittencourt
Direção de Arte: Cesare Barichello
Montagem: Dirceu Lustosa
Desenho de Som: Cristiano Scherer
Música Original Gustavo Assis-Brasil
Figurino: Luciano Santos
Maquiagem: Lucimar Casagrande
Pós-produção: Álvaro de Carvalho Neto
Produção de Elenco: Cândice Lorenzoni
Ano de Lançamento: 2008
Manhã transfigurada (35mm, 2009, 104 minutos, Brasil)
Lançamento nacional 21 de agosto de 2009

Bibliografia

Fontes de Referência

MILIMETROS. http://www.milimmetros.com/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.