fbpx

Manoel P. Ribeiro (1-1972)

Biografia

Manoel P. Ribeiro foi um cineasta, fotógrafos, montador, diretor de fotografia e laboratorista brasileiro.

Antes de se tornar parceiro inseparável de Humberto Mauro, Manoel foi aprendiz de laboratório na Botelho Film, depois passa pelos estúdios Benedetti, e também Fausto Muniz. Com esses mestres, faz seu aprendizado. É assistente de Rui Galvão em Idade das Ilusões, de 1928, sua primeira participação no cinema profissional e em seguida Meu Primeiro Amor (1930), também de Galvão. Dirigiu e fotografou seu primeiro filme em 1934, As Nossas Canções.

Em 1936, foi convidado por Humberto Mauro ser o fotógrafos de Cidade Mulher, produção de Carmen Santos para a Brasil Vita Filmes.

Na sequência, vai para o INCE – Instituto Nacional do Cinema Educativo, fotografando e montando grande parte dos documentários dirigidos por Mauro nas décadas seguintes. Seu trabalho foi elogiado pelo grande mestre Gregg Toland, fotógrafos de Cidadão Kane, quando este visitou o Brasil durante a II Guerra Mundial, em companhia de John Ford, em cumprimento a política de boa vizinhança estabelecida entre os dois países.

Faleceu em maio de 1972.

Filmografia

1930-Meu Primeiro Amor; 1934-As Nossas Canções (dir., fot.); 1936-Cidade Mulher (LM); Colônia de Psicopatas em Jacarepaguá; O Bobo do Rei (LM); Os Inconfidentes; Os Lusíadas;.1937-Casinha Pequenina (LM); Céu do Brasil no Rio de Janeiro (cofot. Humberto Mauro); Corpo de Bombeiros do Distrito Federal; Dança Regional Argentina – Escola Sarmiento; Dia da Pátria de 1937 (cofot. Humberto Mauro); O Descobrimento do Brasil (LM) (cofot. Humberto Mauro, Alberto Botelho e Alberto Campiglia); Eletrificação da Estrada de Ferro Central do Brasil; Jogos e Danças Regionais – Escolas Primárias; Os Centros de Saúde do Rio de Janeiro; Primeira Exposição Nacional de Educação e Estatística (dir., fot.); Quinta Exposição de Desenho e Artes Aplicadas (dir., fot.); 1938-Aspectos da Faculdade Nacional de Odontologia (dir., fot.); Bombomzinho (LM); Décima Feira Internacional de Amostras do Rio de Janeiro (dir., fot.); Dia da Bandeira de 1938; Dia da Pátria de 1938; Exposição Bonifácio; Hino a Vitoria; Monitor Parnaiba – Construção Naval Brasileira; Serviço de Saúde Pública do Distrito Federal; 1939-Aviação Naval – Exame Médico dos Candidatos (dir., fot.); Comemorações do Cincoentenário da República (dir., fot.); Corrida Rústica de Revesamento; Dança Clássica; Dia da Bandeira de 1939; Esterilização Total do Meio Operatório; Farol da Ilha Rasa (dir., fot.); O Dia da Pátria; Hospital Colônia de Curupaity; Jardim Zoológico do Rio de Janeiro; O Apólogo – Machado de Assis (1839-1939); Parada da Mocidade e Raça; O Puraquê – Electrophorus Eletricus – O Peixe Elétrico; Propriedades Elétricas do Puraquê; Trabalhos Manuais Japoneses (dir., fot.) (codir. e co-fot. Ruy Guedes de Mello); 1940-Argila (LM) (cofot. Humberto Mauro); Asas do Brasil (LM); Dia da Bandeira de 1940; Laranjas da China (LM) (cofot. Moacyr Fenelon); Os Bandeirantes (cofot. Erich Walder, Iracy Chaves e Ruy Guedes de Mello); Pega Ladrão (LM); Parada da Juventude – Setembro de 1940; 1941-Castração do Rato Para Prova de Hormônios Sexuais (dir., fot.); Tavares; 1942-Henrique Oswald; O Despertar da Redentora; O Dragãozinho Manso – Jonjoca (cofot. Humberto Mauro); 1943-Exposição do D.A.S.P; Fantasia Brasileira – Concerto Para Piano e Orquestra de J.Otaviano; 1944-Carlos Gomes; O Segredo das Asas (cofot. Humberto Mauro); Serviço Nacional de Tuberculose (cofot. Humberto Mauro); 1945-Barão do Rio Branco; Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico; 1946-Leopoldo Miguez – 1850-1902 – Hino da República; 1947- Martins Penna; 1948-Berço da Saudade (cofot. José A.Mauro); Castro Alves – 1847-1871 (cofot. Luiz Mauro); Ginástica Dinamarquesa (dir., fot.); 1949-Cidade de Salvador – Bahia (cofot. José A.Mauro); Cidade do Rio de Janeiro – Brasil (cofot. José A.Mauro); Ruy Barbosa – 1849-1923 – Primeiro Centenário de Nascimento; 1950-Alberto Nepomuceno (cofot. José A.Mauro); 1951-Dia da Pátria – Sete de Setembro de 1951 (dir., fot.); 1953-Instituto de Puericultura Martagão Gesteira da Universidade do Brasil; 1954-Cultura Física – Saúde e Energia; Escorpionismo (cofot. José A.Mauro); Moléstia de Chagas; 1956-Biblioteca Demonstrativa Castro Alves – Uma Biblioteca Modelo; 1960-Hemostase Cutânea; 1957-Jardim Zoológico do Rio de Janeiro; 1958-Largo do Boticário;1962-Condenados Pelo Progresso (cofot. José A.Mauro); Inflação I; 1962-Lições de Química N° 1 – Misturas e Combinações; Lições de Química N° 2 – Processo de Separação das Misturas e Combinações; Lições de Química N° 3 – Processos Industriais Para Separação das Misturas; 1964-Alfabetização; Combustível Para o Reator Argonauta (dir., fot.); O Indivíduo e a Coletividade (dir., fot.); 1965-Construção e Montagem do Reator Argonauta (dir., fot.); 1966-Inflação II; O Reator Argonauta (dir., fot.); Sol no Labirinto; 1972- Primeiro Curso Prático de Cinema.

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.